Sábado, 19 de Junho de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

Vacinação de gestantes tem confusão no 1º dia Novo decreto pegará mais pesado com festas clandestinas

Publicada em 10/06/2021 às 19:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR

A Secretaria da Saúde fará no próximo dia 17 a vacinação contra a Covid-19 em grávidas e puérperas acima de 18 anos e, desta vez, não será mais exigida uma carta do médico; apenas um documento que comprove a gravidez ou a certidão de nascimento do bebê para puérperas. Anunciada nesta quinta-feira (10) pelo secretário municipal de Saúde, Vinícius Rodrigues, a mudança nos documentos foi necessária porque gestantes que não tinham o laudo médico não conseguiram receber a dose no primeiro dia, provocando confusão nos pontos de imunização. O titular da pasta afirmou que o problema se deu em todo o Estado. 
Ontem, foram vacinados os profissionais da Educação com mais de 45 anos e, nesta sexta-feira (11), será a vez dos moradores a partir de 18 anos com comorbidades. Já na próxima semana, os profissionais da área de transportes e os funcionários da Educação a partir de 18 anos receberão o imunizante. Também deve ser retomada a aplicação das doses por idade, começando por pessoas com 59 anos. A questão das filas de espera por leitos de Covid-19 também foi comentada. De acordo com o prefeito Rodrigo Manga, 41 pessoas aguardavam por leito nesta quinta-feira. 
Por sua vez, o prefeito ressaltou que, em comparação com o mês de março, quando chegou a haver 152 pacientes aguardando transferência, a situação atual é mais segura, no seu entender. Como medida para combater os casos, Manga adiantou que um decreto, que aumenta a penalidade para responsáveis por eventos clandestinos e aglomerações no município, será publicado nos próximos dias. 
NOTÍCIAS DESSA EDIÇÃO + notícias