Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< CULTURA Artista da região lança vídeo-performance de Dança Contemporânea

Publicada em 09/11/2021 às 21:53
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Divulgação)
Como construir uma leitura poética e política da rua, do urbano e dos espaços públicos da cidade? Foi partindo dessa e de outras provocações que surgiu o trabalho ‘Errante’, da artista de dança Felipe Alduina, com estreia programada para o próximo sábado (13), às 20 horas. A ação contará com um bate-papo online, aberto ao público e que acontecerá via Google Meet - o link poderá ser acessado na rede social do projeto no Instagram (@transcoreografar) e, no bate-papo, a ideia é criar uma conversa entre artista e público sobre a obra e os processos de criação. Para quem não puder acompanhar o lançamento do vídeo no dia 13, poderá assistir pelo YouTube no canal da artista, onde o vídeo ficará por tempo indeterminado -. A programação faz parte do projeto de dança contemporânea ‘Transcoreografar a cidade’.
 
Desde o final da sua graduação em Dança em 2016 e 2017, a professore de Arte e estudante de Filosofia Política, Felipe Alduina, se baseia na relação entre corpo e cidade, dança e rua, arte e espaço público, utilizando as errâncias urbanas como modo de compor e configurar seus processos criativos e artísticos. Em ‘Errante’, explora as questões do corpo e da rua, do corpo na rua, do corpo da rua, das ruas do corpo, das ruas no corpo, dos corpos rua, do corpo rua e em mais uma infinidade de relações que corpos e ruas podem se dar. De acordo com Felipe, esse trabalho é um momento de abertura pública de uma organização provisória de ideias que demonstram como a pesquisa está organizada neste momento. “Não sinto que seja algo novo. Parece-me mais uma dobra dessa pesquisa de vida que é mergulhar a dança na rua, a dança com a rua”, relata.
 
A pesquisa de Felipe Alduina teve, aliás, desdobramento em diferentes trabalhos artísticos, como na obra-jogo de caráter itinerante “emBARALHar: uma corpografia urbana em trânsito” (2019), construída com apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba – Linc/2018; o vídeo-dança ‘Caminho’, produzido a convite do Sesc local para a programação ‘Pílulas de Urgência’, em 2020; e no espetáculo de Teatro em Realidade Virtual ‘EntrE’, dirigido por Robson Catalunha, com temporada no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba neste ano.
 
A ação marca a finalização do projeto “Transcoreografar a Cidade”, contemplado pelo ProAC/2019, no edital de Primeiras Obras em Dança, que teve como objetivo movimentar o pensamento crítico sobre a composição de ações artísticas nas cidades, promovendo o encontro entre dança e espaços urbanos.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar