Quinta-Feira, 2 de Dezembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< INTERNACIONAL Manifestantes contra golpe no Sudão mantêm-se nas ruas

Publicada em 27/10/2021 às 22:43
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Abr)
As manifestações continuam nas ruas de cidades do Sudão, em protesto contra o golpe de Estado militar e a prisão de dirigentes civis, especialmente do primeiro-ministro Abdallah Hamdonk, retido em casa. O diretor do Serviço de Aviação Civil anunciou que o aeroporto de Cartum deveria ter sido reaberto ao meio-dia desta quarta-feira (27). Vários países criticaram o golpe de Estado militar, sobretudo depois de o general Abdel Fattah al-Burhane, líder do movimento, ter anunciado a dissolução de todas as instituições do Sudão e a prisão dos líderes civis. O movimento dos militares põe fim à frágil transição democrática no país, iniciada em 2019.
 
Após o golpe de Estado, na segunda-feira (25), Washington suspendeu parte da ajuda financeira ao país, um dos Estados mais pobres do mundo, e a União Europeia (UE) admitiu adotar a mesma medida. Para a diplomacia de Moscou, os acontecimentos no Sudão "são resultado lógico de uma política fracassada". Espera-se ainda uma reação do Conselho de Segurança das Nações Unidas e do Fundo Monetário Internacional, instituição que gere a ajuda financeira ao país. Nesta quarta-feira, quatro manifestantes morreram durante disparos da polícia, em Cartum, a capital.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar