Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< BRASIL Relatório relaciona Bolsonaro ao agravamento da pandemia

Publicada em 26/10/2021 às 15:57
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Abr)
O relatório final da CPI da Covid aponta o presidente Jair Bolsonaro como um dos principais responsáveis pelo agravamento da pandemia do novo Coronavírus, que matou mais de 600 mil pessoas no Brasil. O texto, elaborado pelo relator Renan Calheiros, foi votado nesta terça-feira (26) pelo colegiado. Para aprovação, ao menos seis votos seriam necessários. Até o fechamento desta edição, não havia um resultado. A versão traz as últimas considerações, discutidas pelo grupo majoritário da comissão. Entre as novidades estão novos indiciados. “Temos mais dez, totalizando 76 pedidos de indiciamento”, adiantou o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues.
 
Os novos pedidos de indiciamento, observou o senador, foram motivados especialmente pela negociação da vacina da Davati e pela disseminação de fake news. Após essa fase, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD), concedeu 15 minutos, com mais cinco de tolerância, para que os senadores Marcos Rogério (DEM), Alessandro Vieira (Cidadania) e Eduardo Girão (Podemos) apresentassem seus pareceres alternativos ao de Renan.Feitas as apresentações, os senadores discutiram os pontos do documento final e deram início ao processo de votação nominal aberta do texto do relator. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar