Sexta-Feira, 3 de Dezembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< INTERNACIONAL Ásia teve ano mais quente em 2020, afirma relatório da ONU

Publicada em 26/10/2021 às 11:26
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Abr)
A Ásia teve o ano mais quente de sua história em 2020, alertou nesta terça-feira (26) a Organização das Nações Unidas, antes da cúpula climática da COP26.  Em relatório anual sobre o estado do clima na Ásia, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) afirmou que toda a região tem sido afetada pelas alterações climáticas. "O clima extremo e as alterações climáticas na Ásia em 2020 causaram a perda de milhares de vidas, deslocaram milhões a mais e custaram centenas de bilhões de dólares", disse a OMM em comunicado. "O desenvolvimento sustentável está em risco. A insegurança está aumentando", acrescentou.
 
No relatório, a OMM também faz um balanço das perdas econômicas anuais devidas a riscos climáticos. Elas são estimadas em US$ 238 bilhões na China, US$ 87 bilhões na Índia, US$ 83 bilhões no Japão e US$ 24 bilhões na Coreia do Sul. "Os riscos climáticos e meteorológicos, particularmente inundações, tempestades e secas, tiveram impacto significativo em muitos países da região", disse o secretário-Geral da OMM, Petteri Taalas, citado na nota. Em 2020, as inundações e tempestades afetaram cerca de 50 milhões de pessoas e deixaram mais de 5 mil mortes. Esses números são inferiores à média anual das duas últimas décadas.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar