Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< POLÍCIA Criminosos do ‘golpe da Covid’ têm prisão preventiva

Publicada em 23/09/2021 às 19:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Os suspeitos de integrar uma quadrilha que roubava dados de moradores em Sorocaba e na Capital paulista, usando o “golpe da Covid”, tiveram prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (23). De acordo com a Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), os criminosos passavam-se por agentes do Ministério da Saúde e abordavam as pessoas em um falso levantamento sobre o novo Coronavírus. No total, foram mais de 50 vítimas do grupo. Cinco suspeitos foram presos no dia 13 deste mês e, segundo a polícia, foram 16 mandados, dos quais 11 de busca e apreensão e cinco de prisão. As prisões deram-se no bairro de Itaquera, em São Paulo (SP).
 
As investigações iniciaram-se há quatro meses em Sorocaba, após a identificação de algumas vítimas. De acordo com a polícia, tanto o núcleo operacional quanto o financeiro da associação criminosa, que causou um prejuízo de mais de R$ 400 mil, foram desarticulados. Com o objetivo de conseguir dados dos moradores abordados para clonar o WhatsApp, os golpistas faziam perguntas sobre o perfil da pessoa e, em seguida, enviavam números dizendo que eram protocolos de atendimento. Contudo o que eles enviavam eram códigos que, compartilhados, permitiam acesso ao WhatsApp da vítima. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar