Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< CULTURA Museu Afro Brasil segue com uma das maiores mostras de fotografia do País Exposição foi atualizada para tratar de assuntos como a pandemia e seus impactos

Publicada em 22/09/2021 às 20:38
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Divulgação)
NA CAPITAL 
 
O Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura, apresenta a Exposição “Terra em Transe”, com curadoria de Diógenes Moura e patrocínio do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria estadual da Cultura. Após a 1ª edição em 2018 no Museu de Arte Contemporânea do Ceará, a mostra chega a São Paulo atualizada e ampliada, com a adição de temas, como as queimadas no Pantanal e na Amazônia, o incêndio na Cinemateca, o desastre ambiental de Brumadinho e a tragédia social provocada pela pandemia.
 
A mostra conta com obras de Araquém Alcântara, Boris Kossoy, Carla Carniel, Dani Tranchesi, Daniel Kfouri, João Castellano e Michael Dantas. Ao todo, são 60 fotógrafos e cerca de 600 imagens reunidas na exposição, inicialmente programada para 2020, mas que precisou ser adiada por conta da pandemia. “É um desejo antigo do Museu exibir aqui ‘Terra em Transe’, que discute temas viscerais do Brasil, trazendo à tona retratos das injustiças sociais, raciais e políticas do País”, afirma Emanoel Araujo, diretor curador do Museu Afro Brasil. “É uma oportunidade para o público conhecer o trabalho de importantes fotógrafos brasileiros”, pontua.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar