Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< CULTURA 15ª Primavera dos Museus aborda perdas e recomeços Museus integram a ação com exposições, filmes, bate-papos e vídeos

Publicada em 21/09/2021 às 20:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Divulgação)
A 15ª edição da Primavera dos Museus na cidade ocorre na quinta (23) e sexta-feira (24), com o bate-papo “Epidemias em Sorocaba”, que contará com os historiadores João Paulo Dall’Ava e Rogério Lopes Pinheiro de Carvalho, assim como a exibição do filme “A invenção de Hugo Cabret (2011) ”, do diretor Martin Scorsese. Iniciativa do Instituto Brasileiro de Museus, o evento deste ano tem o tema “Museus: perdas e recomeços”, com o intuito de promover a reflexão quanto à função dos museus, tanto como guardiões da história, quanto espaços individuais e coletivos de superação e de reinvenção, diante da Covid-19.
 
Na quinta-feira, às 14 horas, a Secretaria da Cultura fará o bate-papo “Epidemias em Sorocaba”, com os historiados João Paulo Dall’Ava e Rogério Lopes Pinheiro de Carvalho, no jardim do Museu Histórico Sorocaba, situado anexo ao Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”. As vagas são limitadas e os interessados podem se inscrever pelo link (https://bit.ly/epidemiasemsorocaba). Já na sexta, às 18h30, será exibido o filme “A invenção de Hugo Cabret”, no jardim do Museu da Estrada de Ferro Sorocabana, no Jardim Maylasky. As inscrições podem ser feitas pelo link (https://bit.ly/ainvencaodehugocabret).
 
CAPITAL – Da mesma forma, com o intuito de promover instituições culturais do País, a Primavera dos Museus também prossegue até o próximo dia 26 na Capital paulista. O evento iniciou-se no dia 20 deste mês e segue com cerca de 700 instituições inscritas.  De acordo com a coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da pasta, Paula Paiva Ferreira, a Primavera dos Museus é sempre fundamental para a interação com os visitantes, promoção e valorização das instituições museológicas, colocando em perspectiva as experiências e pensamentos de colaboração com a sociedades sobre os novos desafios que se colocarão daqui para frente. 
 
O Museu da Imigração programou a instalação “Avoar”, que recebeu a doação da produção de pássaros de cerâmica com mensagens positivas de ceramistas de todo o Brasil e da América Latina. Por sua vez, a Pinacoteca e o Museu de Arte Sacra de São Paulo promovem ação integrada dirigida para professores, abordando os contrastes e aproximações das coleções das duas instituições. Em Tupã, interior de São Paulo, o Museu Índia Vanuíre programou a exibição de uma série de depoimentos sobre a pandemia e como a instituição indígena reinventou-se durante o período. Toda a programação pode ser conferida no portal da Secretaria de Cultura.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar