Quinta-Feira, 2 de Dezembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Independência assegurada

Publicada em 08/09/2021 às 18:54
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Ao contrário do que muitos esperavam, as manifestações que ocorreram durante o Dia da Independência em todo o Brasil mostraram que nos tempos que vivemos é possível comemorar, de maneira sensata, sem violência e destruição de bens públicos e privados, a passagem da principal data da nacionalidade. Apesar de algumas manifestações mais intensas, a favor ou contra o presidente Jair Bolsonaro, principalmente em Brasília e São Paulo, tudo acabou transcorrendo de maneira ordeira, sem maiores consequências. É justamente isso que se espera da civilidade que deve existir em qualquer país democrático. É essa independência que precisa ser assegurada a todos os brasileiros.

Há que se destacar que, do ponto de vista de concentração de pessoas, a de terça-feira (7) foi uma das maiores dos últimos anos no Brasil. Sempre é importante enfatizar que sair ás ruas para comemorar o Brasil em prosa e verso não significa colocar em prática ofensas e a devastação de tudo.

"Todos precisam trabalhar no sentido de evitar que as intrigas e o caos tomem conta de tudo, enquanto o desespero e as aflições não param de atormentar a vida de toda a Nação"

Em termos políticos, no entanto, há que se dizer que o presidente da República acabou não se dando bem ao investir contra as instituições democráticas, em especial o Supremo Tribunal Federal (STU), o que está provocando uma série de manifestações contrárias de autoridades, lideranças políticas e de outros segmentos da sociedade, inclusive de grande parte dos partidos aliados ao governo, como é o caso do Centrão. Depois dos discursos que proferiu, certamente daqui para frente Bolsonaro haverá de enfrentar a contrariedade de muita gente que já começa a se organizar em torno de um provável processo de impeachment contra ele, tendo em vista que o seu posicionamento está sendo visto contra tudo aquilo que o Estado Democrático de Direito prega.

Apesar de afirmar que não ''queremos ruptura'' e que ''não escolho o lado do confronto'', é justamente essa a ideia que o chefe da Nação está passando à maioria dos brasileiros. Bolsonaro terá de lutar muito para sair do isolamento político no qual está mergulhado. Tudo indica que as pautas do governo que tramitam pelo Congresso Nacional também poderão ser prejudicadas, não contando com o apoio de grande parte dos parlamentares.

Na verdade, para que as coisas não se tornem ainda mais complicadas no Brasil, prejudicando a busca pelo seu real desenvolvimento econômico e social, o que todos precisam é trabalhar no sentido de evitar que as intrigas e o caos tomem conta de tudo, enquanto o desespero e as aflições não param de atormentar a vida de toda a população. Antes de mais nada, diante da crise que o País vive, estimulada há anos pelo desemprego, pela inflação, pelos baixos salários e por tudo mais, é necessário um plano de retomada econômica e de investimentos para que o mercado seja revigorado e possa crescer naturalmente. É nessa direção que o Brasil e os brasileiros devem seguir.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar