Sexta-Feira, 3 de Dezembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL O caminho da conciliação

Publicada em 31/08/2021 às 18:16
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

 O presidente Jair Bolsomaro e todos os demais protagonistas da vida política nacional deveriam ter um pouco mais de sensibilidade e aproveitar a chegada do dia 7 de Setembro para tentar de todas as maneiras conciliar as esferas constitucionais da República com o objetivo de construir um caminho mais efetivo para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Da maneira como as coisas caminham, com as bases estruturais da pátria balançando por todos os lados, ameaçando ruir a cada instante, o que falta prevalecer é uma moderação urgente para acomodar os interesses dos brasileiros em conseguir um real projeto de Nação, ou seja, aquele em que realmente o Brasil possa deixar de tropeçar eternamente em suas próprias pernas.

"É preciso que os ânimos sejam serenados por todos aqueles que têm algum tipo de responsabilidade no futuro do País e que vai se agravando cada vez mais"

Com o poder que todos têm ás mãos, deveriam dar uma trégua aos conflitos que cada vez mais vão sendo engatilhados em Brasília, em especial o Supremo Tribunal Federal (STF), que sempre quer superar suas prerrogativas constitucionais. O que se vê atualmente é o bate-rebate que vai multiplicando as ações prós e contras desenvolvidas por todos que têm um protagonismo político na vida da Nação. Tudo isso não leva a lugar nenhum, só aumentando a escuridão que vai tomando conta de todos e que faz o Brasil retroceder cada vez mais a claridade de sua caminhada em busca do futuro.

Há que se dar um tempo, portanto, a tudo aquilo que não acrescenta nada a coisa nenhuma para que o Brasil possa ser melhor para todos. É preciso que os ânimos sejam serenados por todos aqueles que têm algum tipo de responsabilidade no futuro do País e que vai se agravando cada vez mais. É exatamente o que estão pedindo neste momento inúmeras instituições da sociedade brasileira.

Na verdade, na Semana da Pátria que vai se aproximando, seria interessante que o chefe da Nação e todas as demais autoridades constituídas pudessem tentar fazer não explodir os ânimos e os conflitos que estão em marcha batida e seguem em frente por todo o País. O que é que se pode esperar de tudo o que está acontecendo a nível nacional? Está mais do que evidente que tudo vai se materializando cada vez mais e colocando o Brasil sob o risco de uma ruptura que poderá levá-lo ás piores consequências de toda sua história.

Há que se ressaltar que o País enfrenta problemas dos mais graves em razão de tudo aquilo de pior que sofreu ao longo dos 21 anos deste século, principalmente da farta corrupção que tomou conta da vida nacional. Está na hora de tudo isso ser revertido e a conciliação prevalecer em benefício do progresso e do desenvolvimento do Brasil e da sociedade brasileira.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar