Quarta-Feira, 4 de Agosto de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< INTERNACIONAL Controle da peste suína africana segue complicado

Publicada em 20/07/2021 às 16:47
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Agência Brasil)
Os esforços da China para controlar a peste suína africana em seu rebanho de porcos seguem complicados, com 11 surtos tendo sido oficialmente reportados neste ano e com novas variantes do vírus também presentes, disse uma autoridade do Ministério da Agricultura do país nesta terça-feira (20).  Pequim tem reconstruído seu rebanho de porcos desde que o vírus, inicialmente detectado na China em 2018, dizimou a produção de animais e de carne suína no principal mercado global. Fontes do setor afirmaram que novos surtos foram detectados no Norte e Nordeste da China neste ano. 
"A situação de controle e prevenção ainda é complicada, e a tarefa segue difícil", disse Xin Guochang, autoridade do departamento de pecuária do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais. O risco de novos surtos persiste mesmo com a estabilização da situação geral da doença, afirmou Xin a jornalistas. O rebanho de 439 milhões de porcos ao final de junho representa 99,4% do nível visto ao final de 2017 na China, com a criação de porcas matrizes atingindo 45,64 milhões de cabeças, 102% do nível ao final de 2017, disse Zeng Yande, chefe de desenvolvimento e planejamento do ministério, no mesmo evento.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar