Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ESPORTE Brasil e Argentina voltam a se encontrar após 14 anos Maior rivalidade do futebol mundial ganhará novo capítulo no sábado (10)

Publicada em 07/07/2021 às 19:20
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Foto: Divulgação
Depois de 14 anos, Brasil e Argentina voltarão a se enfrentar em uma final de Copa América. No próximo sábado (10), às 21 horas, no Maracanã, os dois maiores rivais do futebol sul-americano encontram-se na grande decisão do torneio continental. A última vez em que os dois países estiveram frente a frente na decisão da Copa América foi na edição de 2007. Na Venezuela, o Brasil superou a Argentina por 3 a 0, com gols de Júlio Baptista, Ayala e Daniel Alves, para conquistar sua oitava Copa América. Duas das mais tradicionais equipes da história desse campeonato, Brasil e Argentina somam 23 títulos. 
 
Contudo, muito por conta do formato original da competição, as duas seleções só se enfrentaram em três finais propriamente ditas de Copa América. A primeira delas foi em 1937, quando Brasil e Argentina terminaram com a mesma campanha nos pontos corridos e precisaram fazer uma partida de desempate. Depois de um 0 a 0 no tempo regulamentar, os argentinos fizeram dois gols na prorrogação e levaram o título com uma vitória por 2 a 0. Após essa decisão, as duas seleções chegaram a ocupar os primeiros lugares do pódio, mas só voltaram a jogar uma final mesmo quase 70 anos depois. 
 
Foi em 2004, no Estádio Nacional de Lima, no Peru, que Brasil e Argentina fizeram uma das mais marcantes finais da história da Copa América. A Argentina saiu na frente aos 21 minutos de jogo, com Delgado, e viu o Brasil empatar ainda nos acréscimos da primeira etapa. O relógio já marcava 42 do segundo tempo quando Delgado fez o gol que parecia dar o título aos argentinos. Eles só não contavam com a estrela e o talento de Adriano Imperador, que aproveitou sobra na área no último lance da partida para deixar tudo igual. Nos pênaltis, Júlio César brilhou e o Brasil garantiu o título com uma vitória por 4 a 2.
 
Três anos depois, nova final de Copa América entre Brasil e Argentina. Desta vez, a decisão foi em Maracaibo, na Venezuela, e reuniu duas equipes em momentos bem diferentes. A Argentina havia vencido todos os seus seis jogos na competição, com um total de 16 gols marcados. O Brasil, por sua vez, tinha um time contestado por parte da torcida e precisou dos pênaltis para eliminar o Uruguai na semifinal. Mas quando a bola rolou para a decisão, a Seleção Brasileira se impôs e construiu uma vitória categórica na Venezuela. Com gols de Júlio Baptista, Ayala e Daniel Alves, o Brasil aplicou um sonoro 3 a 0 sobre a Argentina.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar