Sábado, 16 de Outubro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< DS - INFORMAÇÕES

Publicada em 30/06/2021 às 17:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

DORIA DENUNCIADO

O Grupo PDO, Parlamentares em Defesa do Orçamento, composto pelos deputados estaduais Sargento Neri, Coronel Telhada, Marcio Nakashima, Leticia Aguiar, Adriana Borgo, Coronel Nishikawa, Conte Lopes, Tenente Coimbra e agente federal Danilo Ballas, encaminhou pedido ao Ministério Público solicitando análise da Promotoria de Saúde para que sejam apuradas as contradições expostas em mídia entre a fala e decretos do governador João Dória e as atitudes tomadas por ele e sua base governamental gerando aglomeração. Em 24 de junho, no auditório da reitoria da Unimar (Universidade de Marília), ocorreu uma audiência pública para a criação do Aglomerado Urbano de Marília. O evento, organizado pelo executivo estadual, contou com a presença de várias autoridades públicas, entre elas o governador João Dória, os secretários de Estado, Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e João Camilo Pires de Campos (Segurança Pública) e prefeitos de várias cidades da região, reunindo centenas de pessoas aglomeradas em um espaço fechado, desrespeitando decreto estadual que prevê multas a quem promover aglomerações. Para o deputado Sargento Neri é um absurdo que o governo comete com tanta hipocrisia.

 

MULTA À COMITIVA PRESIDENCIAL

A vereadora Fernanda Garcia (PSOL) fez votos de congratulações à Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo pela aplicação de multa ao presidente da república, Jair Bolsonaro, e aos demais agentes políticos que participaram da visita presidencial à cidade, na última sexta-feira (25). A partir de registros feitos no local, a Vigilância Sanitária identificou pelo menos 12 autoridades que estavam sem máscaras. Além do presidente, o seu filho, deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), o secretário da Saúde de Sorocaba, Vinícius Rodrigues, além de ministros, deputados federais e vereadores também foram multados. De acordo com a vereadora Fernanda Garcia, a ação do órgão público de saúde é exemplar ao punir as autoridades com os mesmos critérios que autua os civis. "Faço questão de parabenizar a Vigilância Sanitária. A mentalidade de alguns agentes políticos, pensando que estão acima das leis, precisa acabar. Enquanto perdemos mais de meio milhão de vidas na pandemia, algumas das principais autoridades do País demonstram desprezo pela vida humana', ressalta a vereadora.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar