Quinta-Feira, 17 de Junho de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< DS - Informações

Publicada em 09/06/2021 às 20:09
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

INOVAÇÃO NA PANDEMIA 1

Enquanto pequenas, médias e grandes atividades comerciais e industriais vão enfrentando problemas sem fim decorrentes da pandemia, inclusive fechando as portas, ainda bem que muitas vão resistindo a tudo e se projetando à frente. É o caso do mercado de orgânicos que ganha impulso com vários projetos inovadores, embora a participação no consumo de alimentos ainda é baixa.  Quando se fala nas categorias in natura, como ovos, carnes e verduras, a fatia dos produtos sustentáveis ainda está fazendo de tudo para se manter no mercado.

 

INOVAÇÃO NA PANDEMIA 2

O bom neste caso é que os empreendedores da agricultura orgânica estão procurando formas para crescer sem serem obrigados a depender de terceiros. De acordo com o noticiário a respeito, eles estão pulando as grandes redes de varejo, eliminando atravessadores e procurando se relacionar cada vez mais com os consumidores. É justamente isso que todas as atividades comerciais devem procurar fazer para superar os problemas que enfrentam. A inovação é essencial neste período em que o novo coronavírus continua não dando trégua a ninguém.

   

VALE GÁS    

Desde maio de 2020 que o preço do gás de cozinha vem contribuindo para sufocar ainda mais os consumidores em geral. Quem mais sofre com isso é o orçamento da grande maioria das famílias, principalmente em razão do aumento do botijão já ter sido elevado cinco vezes nesse período. Visando reduzir os impactos negativos que ocorrem no orçamento familiar, os governadores do Ceará (Camilo Santana, do (PT) e do Maranhão (Flávio Dino, do PCdoB) decidiram adotar o vale gás em seus Estados. No Ceará, essa iniciativa está custando quase R$ 12 milhões e deverá aumentar para R$ 18 milhões no ano que vem. O Estado que tiver condições deveria fazer a mesma coisa.               

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar