Sábado, 19 de Junho de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Perdas irreparáveis

Publicada em 09/06/2021 às 20:09
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

De repente, com o fim da Operação Lava-Jato, até parece que não existe mais nenhum caso de corrupção para ser apurado no Brasil. Parece que os malfeitos que sempre giraram em torno do governo deixaram de ser alimentados por empresários desonestos, desaparecendo do cenário político brasileiro. Claro que não se trata disso. O que falta, na verdade, são autoridades e órgãos públicos competentes e comprometidos para fazerem aquilo que a Lava-Jato fez tão bem durante os anos que tirou de circulação tantos corruptos e corruptores. Infelizmente, depois de sua atuação marcante contra tantas organizações políticas no Brasil, com ampla repercussão favorável no exterior, ela não existe mais. A população brasileira é que sai perdendo.   

"Depois de sua atuação marcante contra tantas organizações políticas no Brasil, com ampla repercussão favorável no exterior, a Lava-Jato, infelizmente, não existe mais"                 

A esse respeito, a deputada estadual Janaina Pascoal, professora de Direito Penal licenciada da Universidade de São Paulo (USP), pergunta, através das redes sociais, "se a polícia Federal pode firmar acordo de colaboração premiada". E ela mesma responde: "Depende!" Como assim? Depende de quem será delatado. Se o delatado for um coitado, PODE! Se for alguém que possa vir a julgar a causa, melhor não fazer, pois o acordo, fatalmente, será anulado". Mas pode pessoa delatada julgar o acordo que lhe diz respeito? "Nos livros, não pode! No Brasil, pode! Trata-se de um país de vanguarda jurídica. Estou afastada da docência, mas já senti que será difícil quando retornar. Como responder ás mais básicas indagações dos alunos?".                        

É dessa forma que o Brasil vai seguindo o seu curso, pensando, inclusive, que está caminhando para frente, quando, na verdade, é justamente o contrário. O País jamais poderia perder tudo aquilo que conquistou de bom no combate à corrupção nos últimos anos. Perder espaço para as organizações políticas criminosas é algo lamentável demais e que certamente terá um impacto negativo no mundo todo, principalmente junto aos investidores externos. Pena que a sociedade brasileira não se mexe como deve, deixando tudo por isso mesmo e não fazendo a sua parte para evitar o pior.                      

O avanço da corrupção, que vem se manifestando em inúmeras atividades públicas, principalmente com muita ladroagem nos órgãos de saúde de várias partes do País, é algo que deve voltar a merecer uma atenção especial dos brasileiros em geral. As perdas que já se verificam não deixam de ser irreparáveis.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar