Quinta-Feira, 6 de Maio de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Urgência humanitária

Publicada em 08/04/2021 às 17:38
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Em razão das graves consequências que a pandemia do novo coronavírus vem provocando contra toda a humanidade, fazendo aumentar cada vez mais os problemas de milhões de seres humanos, já foi deflagrado um alerta sobre o Estado de Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo, resultado de parceria entre a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Mundial da Saúde (OMS). O dado preocupante é que a fome vem aumentando gradativamente, com quase 900 milhões de pessoas submetidas a esse flagelo, contra 770 milhões em 2015, segundo dados dos órgãos que atuam nessa área em todas as partes do mundo. Os levantamentos feitos mostram que também aumenta sem parar o percentual daqueles que sofrem de subnutrição crônica, o que contribui para colocar em evidência o fato de praticamente todas as noites alguém ser obrigado a dormir com fome em todo o planeta.     

Sabe-se que a partir de 2010 houve um período mais favorável no que diz respeito à fome mundial, mas é inegável que, em consequência dos horrores provocados pela covid-19, a reversão que vem se expandindo não deixa de ser uma realidade brutal, exigindo um esforço inigualável de todos os países para que a situação não se torne cada vez mais difícil de ser bem encaminhada.

"É preciso destacar a urgência de se promover uma reordenação política que combine assistência humanitária com ações estruturais, principalmente voltadas ás populações vulneráveis dos países em desenvolvimento"      

É importante lembrar que o Brasil e toda a América Latina vão apresentando uma grande piora nesse quadro, exigindo a colaboração de todos para evitar que o caos continue a se aproximar de maneira tão agressiva de todas as pessoas, principalmente das crianças e de tantos refugiados que se espalham pelo mundo todo. Não resta a menor dúvida de que a tendência é tudo piorar se cada um não procurar fazer muito mais em prol da humanidade. A responsabilidade social é o que se impõe num momento como este. Apesar de todos os problemas que enfrenta, é dessa maneira que o Brasil pode mostrar a sua força para tirar milhões de brasileiros da triste situação em que se encontram.

Em meio a tudo isso é preciso destacar o trabalho que sempre é realizado em Sorocaba para minorar os problemas que tanta gente vem enfrentando. De acordo com as possibilidades de cada um, é de grande relevância todo mundo procurar fazer o que pode para fortalecer as campanhas que são promovidas na cidade em favor de uma boa alimentação para quem precisa.     

Pode-se dizer que o lado mais perverso e persistente da pandemia não é tão somente as mortes que ela provoca, mas, também, todas as consequências que a sua investida implacável vai deixando em seu rastro, justamente como é o caso da fome. Diante de tudo isso é que as organizações internacionais destacam a urgência de se promover uma reordenação política que combine assistência humanitária com ações estruturais, principalmente voltada ás populações pobres e vulneráveis dos países em desenvolvimento.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar