Quinta-Feira, 6 de Maio de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Aflições que não param

Publicada em 16/02/2021 às 17:35
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
É consenso entre todos aqueles que acompanham mais de perto o desenvolvimento da economia mundial que a lentidão que se verifica no programa de vacinação contra a Covid-19 deverá contribuir ao longo deste ano para a expansão da doença em muitos países, principalmente naqueles, como o Brasil, onde cada vez mais a desorganização de tudo vai deixando a população na pior. Sem que as vacinas sejam aplicadas em maior número o quanto antes, será muito mais difícil para o País, por exemplo, retomar a movimentação da economia como se deve, com sérios prejuízos para o comércio, a indústria e a prestação de serviços em geral. De acordo com os economistas, se tudo continuar devagar, quase parando no que diz respeito à imunização da população mundial, os prejuízos serão incalculáveis para o mundo todo, notadamente para os países emergentes. Da mesma forma, tendo em vista a agonia da população brasileira, está na hora de o Palácio do Planalto decidir o quanto antes o valor do novo auxílio emergencial para os milhões de trabalhadores que não conseguem uma vaga no mercado de trabalho. 
Na verdade, não bastassem todos os inconvenientes, ainda existem aqueles que não levam a sério as recomendações dos órgãos de saúde contra as medidas que devem continuar sendo colocadas em prática contra o novo Coronavírus. Do jeito que as coisas estão, as novas tragédias nunca deixarão de ser anunciadas com muita antecedência. Apesar de a movimentação carnavalesca ter sido suspensa em todo Brasil neste ano, não säo poucos os que continuam se aglomerando por muitos lugares, como se nada demais estivesse acontecendo.
 
"Todo mundo precisa fazer o que deve ser feito para que as aflições não se tornem ainda mais dramáticas para todos os brasileiros"
 
É lamentável saber que, apesar de todos os absurdos, o Brasil faz questão de continuar seguindo na pior. O que vem se constatando desde o início da pandemia é o discurso do enfrentamento e da discórdia pura e simples, sem propostas que sejam viáveis e possam contribuir para que tudo realmente seja diferente na vida de cada pessoa. Por isso, a atenção de todos os brasileiros precisa se voltar para todo esse quadro caótico, levando-se em conta que uma reação a ele já será uma grande iniciativa para a necessária mudança.
Considerando-se ser bem mais agressiva a nova onda da Covid-19 que teve início em Manaus na semana passada, é preciso todo mundo ser mais consciente e responsável com tudo aquilo de pior que ela representa, evitando como se deve as aglomerações e pancadões que ainda säo promovidos em todo o País. Há que se enfatizar que o avanço da pandemia ainda vai continuar se agravando por todo o Brasil, até porque a imunização, por conta das vacinas que ainda não existem em número suficiente, deve trazer muita perplexidade e espanto a todos os brasileiros, fazendo novas vítimas por todo o Brasil ao longo de 2021. Todo mundo precisa fazer o que deve ser feito para que as coisas não se tornem ainda mais dramáticas para todos.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar