Terça-Feira, 11 de Maio de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< COTIDIANO DS - INFORMAÇÕES

Publicada em 01/12/2020 às 22:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
BOLSA BATE RECORDE
Diante do otimismo global provocado pela eleição de Joe Biden nos Estados Unidos e, principalmente, as boas notícias relacionadas ao avanço das vacinas contra a Covid-19, levaram os investidores do exterior a colocarem na Bolsa de Valores do Brasil, em novembro, nada menos que R$ 30 bilhões, maior valor desde 1995. O índice Ibovespa chegou a uma alta de 18% ao mês. Os estrategistas dizem que a vacina torna possível olhar para um horizonte mais longo, de cerca de seis meses, em que se espera que ao menos uma das diferentes vacinas que já se mostraram eficazes tenha sido aplicada em larga escala. Por isso, essa alta nas Bolsas tem sido espalhada em todo o mundo.

A ALTA DO CARTÃO DE CRÉDITO
Em meio à retração das atividades e do desemprego, com as famílias em dificuldade para fechar as contas durante a pandemia do Coronavírus, o Banco Central informou que o juro médio total cobrado pelos bancos no rotativo do cartão de crédito subiu 7,8% de setembro para outubro. A taxa passou de 309,7% para 317,5% ao ano. Com a carência de recursos, as famílias aumentaram a demanda por algumas linhas de crédito nos bancos. O rotativo do cartão, com o cheque especial, é uma modalidade de crédito emergencial, muito acessada em momentos de dificuldades.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar