Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< BRASIL Doria estuda reduzir entrega de leite a alunos

Publicada em 15/01/2017 às 09:36
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
A gestão do prefeito João Doria (PSDB) estuda reduzir o atendimento de programas da rede municipal, como o transporte escolar e o programa Leve Leite, que dá 2 quilos de leite em pó por mês às famílias com alunos na rede. Segundo a administração, seriam necessários mais R$ 694 milhões para cobrir todos os gastos previstos para a pasta neste ano - até com a folha de pagamento.
 
A intenção de corte de gastos foi revelada pelo Jornal “Folha de S. Paulo”. Doria destacou que a mudança ainda está em estudo. O rombo de R$ 694 milhões inclui só despesas já existentes, sem mencionar metas da Prefeitura como a criação de 66 mil novas em creches até dezembro - o que ampliaria o déficit em mais R$ 320 milhões.
 
Segundo o governo municipal, só a folha de pagamento está deficiente em R$ 438 milhões - o orçamento previsto para este ano é de R$ 6,18 bilhões, ante uma necessidade de R$ 6,62 bilhões. O valor inclui a chamada de 5 mil novos professores - 4 mil de Ensino Fundamental e 1 mil da Educação Infantil, aprovados em concursos dos anos anteriores.
 
Doria prevê rever todos os contratos, com cortes de até 25%. Também quer mudanças no formato de compra de material escolar, usando o mesmo da rede estadual para economia. "Se precisar ser feito algum corte em serviço, os mais pobres vão ser preservados", disse o secretário de Educação, Alexandre Schneider. A compra de material escolar será um dos desafios da nova gestão. 
 
Auditoria finalizada recentemente pela Controladoria-Geral do Município apontou um prejuízo potencial de mais de R$ 30 milhões por causa de especificações técnicas fora do padrão de mercado, e adesão a uma ata diferente da utilizada pelo governo federal. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar