Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ESPORTE Liga apresenta três estrangeiros para NBB 9

Publicada em 15/10/2016 às 07:58
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
A Liga Sorocabana de Basquete apresentou ontem três reforços, que fazem parte da equipe montada para a disputa do Novo Basquete Brasil, a partir de novembro. São eles, o brasileiro Rafael Castellon, o argentino Enzo Cafferata e o americano Darnell Evans. A Liga Sorocaba entra em quadra pelo NBB no dia 10 de novembro, fora de casa, contra a equipe de Mogi das Cruzes, pelo NBB 9. 
 
O ala Castellon, 32 anos, já defendeu a equipe de Sorocaba no passado. “Estou muito feliz de estar voltando para a LSB. Já conheço o sistema de trabalho do técnico Rinaldo, me sinto bem voltando para este ginásio, me reencontrando com a torcida, e estou motivado para o NBB.” Para o torcedor que não se lembra do jogador, ele falou sobre seu estilo de jogo em quadra: “Meu ponto forte é o arremesso de três pontos. Acredito que nosso time vai ter uma grande força nesse quesito, pois, além de mim, ainda temos grandes jogadores de calibre no arremesso de longe, como Ted, Luisinho, o Darnell...”.  
 
O armador Darnell Evans, 32 anos, que jogou a carreira toda na América do Sul, em clubes do Peru, Uruguai e Bolívia, estava treinando há alguns dias em Sorocaba. “Eu aprendi bastante desde que estou jogando no Brasil. O basquete é diferente em todos os países, no Peru e na Bolívia o ritmo é mais acelerado, você passa ou chuta direto, já no Uruguai os jogadores têm o costume de esperar até os últimos cinco segundos, então, decidir a jogada. Eu gosto de jogar estilos diferentes e me desafiar sempre”, disse. Para a torcida sorocabana, Darnell garantiu que vai para cima dos adversários. “Eu sou um jogador agressivo, gosto de atacar o tempo todo, seja criando uma oportunidade para mim ou para meus colegas de time.”
 
O argentino, Enzo Cafferata, tem 28 anos e vem do Basquete Osasco, após já ter disputado um NBB anteriormente pela equipe do Minas Tenis. Mas para a vinda do hermano, além da disputa do Novo Basquete Brasil, outro fator de importância foi a escola de basquete do time. “A Liga Sorocabana faz um projeto social muito legal com as crianças e eu acredito que isso vai trazer uma energia muito boa para nós. É muito bom para mim estar aqui, em Sorocaba, estou contente com este novo desafio.” Falando em boa energia, Enzo deixou clara sua filosofia de jogo: “Priorizo o jogo coletivo. Sou de entregar tudo dentro da quadra, pois gosto de ver o time jogando bem”.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar