Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ESPORTE Com fratura no cotovelo, Prass terá de ser operado e está fora da Olimpíada

Publicada em 31/07/2016 às 06:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
 O goleiro Fernando Prass foi cortado da seleção que vai disputar a Olimpíada. Ele sofreu uma fratura no cotovelo direito, precisará passar por cirurgia - que deve ocorrer na terça-feira (2) - e também desfalcará o Palmeiras pelo restante da temporada. 
 
A CBF tem até quarta-feira (3), um dia antes da partida contra a África do Sul, na estreia da Olimpíada, para convocar um novo goleiro, que obrigatoriamente precisa estar na pré-lista de 35 nomes. Jordi (Vasco), Alisson (Roma) e Jean (Bahia) são as opções.
 
Prass havia se machucado durante o aquecimento do amistoso deste sábado contra o Japão. Ele estava em recuperação de uma contusão sofrida na segunda-feira e, segundo o técnico Rogério Micale, não jogaria por precaução. Então, teve o problema.
 
Apesar de a CBF não anunciar oficialmente, o próprio jogador confirmou o corte em suas redes sociais. Neste sábado à noite, ele estava com o cotovelo bastante inchado. Sua expressão, no hall do hotel onde a seleção está hospedada em Goiânia, era de muita tristeza.
 
A CBF não oficializou o corte porque primeiro precisa enviar os laudos que confirmam a fratura para o Comitê Olímpico Internacional. Depois, autorizado, terá a permissão para fazer a substituição.
 
Após o jogo com o Japão, Micale mostrou bastante desconforto ao falar do goleiro. "Sobre o Fernando, vamos avaliar a situação. Ele vai passar por novo exame e só depois é que vamos poder dar qualquer tipo de informação. Gostaria de falar do jogo", disse o treinador. 
 
COMO EM 2014 - É a segunda grave lesão de Fernando Prass no cotovelo direito. A primeira ocorreu em maio de 2014, em um jogo pelo Palmeiras contra o Flamengo, quando o goleiro sentiu dores no local, após um chute do atacante Alecsandro, e precisou deixar a partida. 
 
Após exames, foi constatada a lesão no cotovelo e ele passou por cirurgia em que a previsão inicial era de 90 dias afastado. Mas a recuperação demorou um pouco mais do o esperado e ele retornou aos gramados apenas no início de setembro. 
 
Caso o prazo de recuperação se confirme, a tendência é que ele não possa mais atuar na temporada, já que a última rodada do Campeonato Brasileiro será dia 4 de dezembro.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar