Sábado, 31 de Julho de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ESPORTE Com time quase todo reserva, São Paulo pega Ponte Preta de olho na Libertadores

Publicada em 03/07/2016 às 07:53
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Após vencer a Copa Libertadores com LDU e San Lorenzo, dirigir o São Paulo é o projeto mais importante da carreira do argentino Edgardo Bauza porque o treinador se uniu a uma entidade que sabe como ganhar esse torneio, segundo o jornalista Ariel Ruya, autor da biografia El Método Bauza, lançada na Argentina este ano.
 
Neste domingo, às 16 horas, contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, Edgardo Bauza levará a campo um time quase reserva, só joga o goleiro Denis. Sua cabeça está na competição sul-americana. Nesta quarta-feira (6), o São Paulo abre a semifinal contra o Atlético Nacional, da Colômbia, no estádio do Morumbi
 
Em 186 páginas, o repórter do La Nación descreve com detalhes o estilo peculiar de trabalho de Bauza. “Ele é um personagem muito rico, mas que não tem o devido reconhecimento na Argentina porque não gosta de refletores e não se envolve em polêmicas. É um treinador que não fala as coisas da boca para fora. Esse é seu grande triunfo. Ganhou a Libertadores com duas equipes que nunca tinham conquistado o torneio. Não foram times como Boca ou River”.
 
O biógrafo do treinador aposta que o São Paulo vai se dar bem na Libertadores, e vê ligações do atual time tricolor com o San Lorenzo, campeão do torneio em 2014.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar