Domingo, 25 de Julho de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ESPORTE Santos faz melhor partida como visitante e derrota o Fluminense por 4 a 2

Publicada em 23/06/2016 às 06:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Em sua melhor atuação como visitante no Campeonato Brasileiro, o Santos venceu o Fluminense por 4 a 2, nesta quarta-feira, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), e encostou no G4, com apenas um ponto de desvantagem para o Flamengo, o quarto colocado. Gabriel foi o destaque do jogo com dois gols; Rodrigão estreou bem como centroavante e também anotou o seu. Foi a segunda vitória santista fora de casa.
 
Mesmo jogando no Espírito Santo, teoricamente longe de sua torcida, o Fluminense atuou como dono da casa. Com boa movimentação dos meias, especialmente Cícero e Scarpa, o time carioca dominou o primeiro tempo, com um jogo objetivo e pragmático.
 
O Santos levou o primeiro gol em um lance que tem tirado o sono do técnico Dorival Júnior, nas palavras do próprio: a bola aérea Aos 13 minutos, Magno Alves ganhou de Luiz Felipe pelo alto e a bola sobrou para Marcos Junior, que ganhou a disputa com o goleiro Vanderlei. As câmeras de tevê flagraram que o atacante do Fluminense estava levemente adiantado.
 
Mesmo com a vantagem no placar, o time carioca continuou com uma postura ofensiva e poderia ter feito o segundo gol alguns minutos depois. Aos 27, Vanderlei fez duas defesas espetaculares, uma seguida da outra, após as finalizações de Marcos Junior e Gustavo Scarpa.
 
Com dificuldade para criar as jogadas, principalmente por causa da falta de movimentação, o Santos jogava preso e o jogo não fluía. Léo Cittadini só conseguiu fugir da marcação forte e ser o substituto legítimo de Lucas Lima, que ficou no banco de reservas no primeiro tempo, na metade final da etapa. Com um belo passe, ele deixou o estreante Rodrigão na frente de Diego Cavalieri. Com um chute rasteiro, o goleador do Brasil em 2016 anotou seu 17.º tento e seu primeiro com a camisa do Santos.
 
Nos acréscimos, novamente os meias santistas conseguiram esburacar a defesa do Fluminense. Vitor Bueno lançou Gabriel, que finalizou rasteiro, em outro chute cruzado. O Santos virou a partida em oito minutos.
 
Com a vantagem, o time da Vila Belmiro começou a usar o contra-ataque, esperando que o Fluminense abrisse espaços para buscar o empate. Nem precisou esperar muito para que a estratégia funcionasse. No primeiro contragolpe, Gabriel fez o terceiro gol. Novamente a câmera flagrou um impedimento difícil de ser assinalado.
 
O técnico Levir Culpi conseguiu recolocar o Fluminense no jogo com uma alteração, trocando o volante Pierre por Maranhão. Novamente o time carioca sufocou o rival. Após belo passe de Magno Alves, Marcos Junior fez o segundo e transformou o domínio tático em uma finalização precisa: 3 a 2.
 
Foi o zagueiro Luiz Felipe quem salvou o Santos quando o Fluminense ensaiava nova pressão para obter o empate. Como um centroavante, ele marcou de cabeça e garantiu a vitória em um jogo cheio de reviravoltas. (Conteúdo Estadão)
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar