Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< POLÍTICA Quase 459 mil sorocabanos escolherão o novo prefeito Eleitorado de Sorocaba cresceu mais de 2% desde 2014

Publicada em 22/06/2016 às 15:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Arquivo DS Fernando Rezende)
Com crescimento de 2,69% desde a última eleição realizada em 2014, para presidente da República, governador do Esta- do, senador e deputados federais e estaduais, 458.334 eleitores de Sorocaba estão aptos para votar em outubro deste ano, quando serão escolhidos o novo prefei- to e vereadores da cidade, como informou ao DIÁRIO ontem à tarde o chefe do Cartório da 343ª Zona Eleitoral, João Lima, com dados atualizados da Justiça Elei- toral. Se comparado à última eleição municipal, realizada em 2012, o número cresceu 7,20%, quando a cidade tinha 427.542 eleitores. Deste número, a mai- or fatia percentual do eleitorado sorocabano é composta por mu- lheres, que são 59% (ou 240.142), ante 41%  (218.182)
eleitores do sexo masculino.
 
Os dados da Justiça  Eleitoral em Sorocaba divulgados nesta terça-feira (21) revelam também que, assim como nas duas últimas eleições, o maior número de eleitores sorocaba- nos possui idade entre 25 e 69 anos. A faixa etária com mai- or número de eleitores aptos para votar é a que compreende as idades entre 45 e 59 anos, que somam 114.583 eleitores (23,46%) seguidos da faixa etária entre 25 e 34 anos,  que possui 105.416 eleitores (21,58%). A terceira maior faixa etária de eleitores da ci- dade está compreendida entre adultos de 35 a 44 anos, com 91.666 (18,77%) pessoas ap- tas para votar neste ano.
 
Os números da Justiça Eleitoral igualmente escancaram, de outro  lado,  a tímida participação da juventude no pleito deste ano. Dentro das faixas etárias entre 16 e 17 anos, em que o voto não é obrigatório, o núme- ro de jovens que participará das eleições não passa de 3.254 elei- tores (0,7%). O número é bem menor do que o de eleitores mai- ores de 79 anos, que também têm voto facultativo e são hoje 11.875 (2,59%)  aptos para votarem este ano.
 
O número de eleitores da faixa etária entre 18 e 20 anos, cujo voto passa a ser obrigatório, também é pequeno, com 26.812 eleitores (5,84%), número superior, porém, à população entre 70 e 79 anos, que igual- mente já não é obrigada a votar e soma 21.541 pessoas (4,69%).
 
 
Partidos têm até 15 de agosto
para definirem candidatos
 
A incerteza dos partidos quanto a seus candidatos a pre- feito e a vereador nas eleições municipais de outubro próxi- mo deve ser sanada até às 19 horas do dia 15 de agosto, quando termina o prazo para indicação dos nomes junto à Justiça Eleitoral. Esses candi- datos, no entanto, devem ser definidos entre 20 de julho e 5 de agosto, quando os partidos são autorizados a realizarem convenções para escolherem os nomes que vão concorrer aos cargos eletivos no pleito deste ano. O primeiro turno das eleições municipais de 2016 acontece no domingo 2 de outubro.
 
As três datas fazem parte do rigoroso calendário eleito- ral aprovado pelo Congresso Nacional em 2015 e sanciona- dos pela então presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Segundo o chefe do Cartório da 343ª Zona Eleitoral de Sorocaba, João Lima, para as eleições municipais deste ano muitas novas regras foram defi- nidas. Entre elas, está, por exem- plo, a resolução de que o tempo da propagada eleitoral gratuita em cadeia de emissoras de rádio e TV será menor do que em anos anteriores, com apenas 35 dias de veiculação nesses meios de comunicação. ”A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV inicia-se no dia 26 de agos- to e vai até o dia 29 de setem- bro”, informou Lima, lembran- do que há legislações específi- cas para cada eleição.
 
INICIO DA CAMPANHA – Apesar de se iniciar na TV e no rádio apenas no dia 26 de agosto, a campanha eleitoral deve começar antes, pois, após o registro dos candidatos no dia 15 de agosto, estes já estão libe- rados para iniciar a campanha no dia seguinte. "No dia 16 de agosto, começa a propaganda eleitoral nas redes sociais e através de adesivos, bandeiras e cartazes com a dimensões estabelecidas", pontuou Lima.
 
Além das regras sobre o início da campanha, os dois primeiros dias de julho trazem duas proibições aos candidatos: o dia 1° de julho, sexta-feira a semana que vem deve marcar o encerramento das campanhas partidárias em cadeia de rádio e TV. !A partir de 1° de julho, além de encerrada a campanha partidária, é velado às emissoras de rádio e TV transmitir programas apresentados ou comentados por pré-candidatos", conta Lima, destacando também a pribição do comparecimento de candidatos a inagugurações de obras públicas a partir de 2 de Julho. 
 
SERVIÇO A POPULAÇÃO – Apesar de não ser possível mais fazer a emissão e regularização de títulos de eleitor para o pleito de outu- bro, o população ainda pode ainda, por outro lado, realizar alguns serviços nos cartórios eleitorais da cidade. "Aquele eleitor que perdeu o título, por exemplo, pode vir ao cartório solicitar a segunda via", explica Lima, que no entanto lembra que nessa emissão não é possível alterar dados cadastrais do eleitor, como local de votação. Também é possível realizar o pagamento de multas referentes a faltas às eleições passadas. 
 
O prédio que abriga as 6 zonas eleitorais de Sorocaba está localizado no Jardim Paulistano, defronte ao Colégio Salesiano “São José”/Igreja de Nossa SenhoraAuxiliadora, no antigo Fórum da Comarca.
 

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar