Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDUCAÇÃO Alunos mobilizam-se para limpar banheiros na EE Antônio Padilha Segundo Diretoria de Ensino, escola tem agentes de organização, mas dois profissionais estão de licença

Publicada em 18/05/2016 às 07:12
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Cortesia/Thayane Feliciano)
Com banheiros em situação de sujeira e sem funcionários para a limpeza, alunos da EE “Antônio Padilha”, situada no Centro, estão promovendo mutirões para resolver o problema enquanto dizem esperar atitudes do governo estadual. 
 
De acordo com as estudantes Pâmela Souza, 16 anos, e Nicoli Ribeiro, de 15, a decisão de limpar os banheiros do colégio foi tomada pelos próprios alunos, que se reuniram na tarde de segunda-feira (16). “Estava uma imundície e o diretor não coloca ninguém para limpar”, reclama Pâmela. “Todo dia alguém limpa a sala”, conta Nicoli, que ainda afirma que o revezamento na limpeza das classes ocorre pelo menos por dois meses. 
 
A estudante Vitória Araújo, 15 anos, reconhece que a falta de funcionário não é culpa da direção da escola, mas atribui a responsabilidade ao governo do Estado. “É um absurdo, mas não dá para culpar a escola porque isso é coisa do governo, que não libera verba e eles não podem pagar uma funcionária para fazer a limpeza”, afirma. 
 
Enquanto esperava a filha, a dona de casa Cristiane Moreira, 38 anos, conta que ficou sabendo na segunda-feira sobre a situação dos banheiros na escola. “É muita falta de higiene no banheiro, e dizem que a direção está sem verba e tendo de contratar alguém por fora para fazer o serviço”, destaca a mãe. 
 
Por nota, a Diretoria de Ensino de Sorocaba esclarece que essa escola conta com agentes de organização, mas recentemente dois profissionais, por emergências médicas ou familiares, estão de licença. A diretoria enviou ofício solicitando novos agentes.
 
“Para todo o Estado foi anunciado, em abril de 2016, a contratação de mais de mil agentes de organização, tendo em vista atender à necessidade das escolas. Portanto, é falsa a afirmação de que não há dinheiro para contratar pessoal”, diz a pasta. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar