Segunda-Feira, 17 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDUCAÇÃO Unidades em Aparecidinha têm oficinas de Arqueologia

Publicada em 24/04/2016 às 08:30
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
O Centro de Educação Infantil “Professora Sueli Gazzolli Campos” (CEI 72) e a Escola Municipal “Ronaldo Campos de Arruda” recebem nesta segunda (25) e terça-feiras (26) oficinas do Programa de Diagnóstico Arqueológico. Nas duas unidades, as atividades serão desenvolvidas pela manhã e à tarde para todos os alunos. 
 
As oficinas estão vinculadas ao Programa de Diagnóstico Arqueológico desenvolvido pela empresa A Lasca Arqueologia, no loteamento residencial Recanto dos Aromas, no Bairro de Aparecidinha. A ação é desenvolvida por meio de uma parceria com a Secretaria da Educação.
 
A iniciativa busca a sensibilização quanto aos diversos tipos de bens culturais, especialmente os arqueológicos, e reforça a identificação das pessoas com sua cultura. O projeto, voltado à reflexão da preservação, pretende alcançar a valorização e o reconhecimento do patrimônio cultural nas ações cotidianas.
 
No ano passado, as oficinas foram oferecidas aos alunos do Centro de Educação Infantil “Engº Carlos Reinaldo Mendes”. Na oportunidade, eles receberam o projeto “Arqueologia no Éden: Patrimônio, memória e sustentabilidade”, que faz parte do programa de Salvamento Arqueológico do Loteamento Parque Jardim Nathália, situado naquela região e onde foi localizado um sítio arqueológico.
 
 
Programa Bombeiros na
Escola na ‘Amin Cassar’
 
Os alunos do 5º ano da Escola Municipal “Professor Amin Cassar”, no Jardim São Camilo, participam desta segunda (25) a quarta-feiras (27) do Programa Bombeiro na Escola, desenvolvido pelo 15º Grupamento de Bombeiros. A atividade faz parte do Programa Escola Saudável e começa às 13 horas.
 
De acordo com o coordenador do programa, Rogério Rosa, o curso terá um total de seis horas de duração. Durante esse tempo, os alunos terão aulas de prevenção, combate a incêndios e primeiros socorros. O programa é desenvolvido em sala de aula, com conteúdo abordado durante o tempo normal de aula. Segundo o cabo, o objetivo é preparar as crianças para dificuldades diversas.
 
O Bombeiros na Escola foi criado pelo 15º GB na década de 1990. Os oficiais escolhidos foram treinados para ser os instrutores, com a missão de implantar a ação, preparar todo o material didático, fazer a aquisição de filmes, bem como a elaboração do manual do aluno e a adaptação de uma viatura denominada Guarnição Educativa.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar