Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

Violência domina o Brasil

Publicada em 10/07/2019 às 19:07
Compartilhe:

Depois de tantos anos de tiroteios sem fim, policiais mortos no atacado e varejo, balas perdidas atingindo crianças e muitos outros inocentes, corrupção endêmica, ex-governadores e outros políticos presos, bairros dominados pelo tráfico de armas e drogas, economia em franca deterioração e muito mais, o Rio de Janeiro continua sendo o Estado que mais reflete a decadência do Brasil em todos os aspectos. Como é que pode um ponto turístico tão admirado no Brasil e no mundo ter diariamente quase 500 tiroteios por dia? Pior de tudo é que a degradação vai se estendendo rapidamente por todo o País e nem as Forças Armadas conseguem reduzir de maneira aceitável o seu avanço por todos os lados.
Tudo isso vem de longe, desde a época em que o ex-governador Leonel Brizola não permitia que a Polícia Militar combatesse a criminalidade nos morros cariocas, deixando que as "comunidades" agissem à vontade para resolver os seus problemas. Não bastasse isso, os governadores que foram se sucedendo nunca deixaram de solapar os cofres públicos com a força da corrupção, inviabilizando a aplicação de recursos que eram necessários para que a situação da violência não chegasse ao ponto caótico a que chegou. Basta lembrar que o ex-governador Sérgio Cabral está atrás das grades cumprindo pena superior a 200 anos de prisão. 
Depois de tudo que já se falou a respeito, o fato é que nada funciona a contento para minimizar a tragédia da violência, que vai impactando toda a sociedade brasileira. Nunca se extrai qualquer resultado positivo das campanhas e de tantas providências que são colocadas em prática contra o que vem acontecendo. Não bastasse o fogo cruzado que todos os dias embala os desatinos que fazem novas vítimas por todo o País, a situação ainda piora muito mais já que o conceito de violência permite uma série de outras abordagens. Existe uma longa série de violências no cotidiano da população que acaba agravando muito mais a situação, como a miséria, a falta de assistência médica decente, o desemprego, a educação deficiente, os impostos extorsivos, enfim, são tantas as distorções que ocorrem a todo instante e fazem novas vítimas por todo o Brasil.
Pior de tudo é que não existem perspectivas de que alguma coisa de melhor venha a ocorrer a curto e médio prazo, impedindo que o inaceitável continue a se acentuar por todas as cidades brasileiras, deixando a população sem meios de proteção e defesa. As evidências do descalabro que se avizinha são muitas, exigindo dos governantes e políticos medidas urgentes para estancar a violência sem fim que não para de tomar conta do Brasil. A sociedade brasileira precisa fazer a sua parte, exigindo muito mais dos órgãos competentes.