Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

Uma situação insustentável

Publicada em 22/04/2019 às 22:06
Compartilhe:

Está correta a observação feita na semana passada pelo vereador Anselmo Neto, através da Rádio Cruzeiro FM, a respeito da maneira pela qual a administração municipal vai seguindo seu rumo. Infelizmente, desde que assumiu o Palácio dos Tropeiros em janeiro de 2017, o prefeito José Crespo, em razão da sua maneira de ser, vem enfrentando problemas de toda ordem para desenvolver seu trabalho da melhor maneira possível. Tanto é que já teve até o seu mandato cassado por conta do episódio em que sua assessora Tatiane Polis apresentou documento falso para desempenhar suas funções no gabinete do prefeito. Posteriormente, depois do embate que teve com a vice-prefeita Jaqueline Coutinho, ele acabou voltando ao cargo seis meses depois. 
Como se não bastasse tudo aquilo que naquela época movimentou a opinião pública, agora novamente Tatiane Polis é protagonista de um novo episódio que vem atrapalhando a vida do prefeito, fazendo com que ele seja obrigado a enfrentar problemas que tornam difícil a sua missão de governar a cidade. Além disso, as denúncias de irregularidades na Prefeitura, investigadas pela Polícia Civil e pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), tornaram ainda mais complicada a atuação de Crespo no 6º andar do Paço.
O fato é que toda a efervescência político-administrativa vai afetando todos os serviços de responsabilidade da Prefeitura, embora o prefeito tente de todas as formas reverter a situação e melhorar o que deve ser melhorado, para que todas as secretarias municipais possam desenvolver a contento as suas atribuições em benefício da população. E não há como negar que tudo vai contribuindo para que se estabeleça um clima negativo entre os sorocabanos, embora até agora, apesar de ser o responsável por tudo aquilo que ocorre no âmbito administrativo da cidade, ele ainda não esteja sendo acusado formalmente de nada. Os próprios vereadores, que se apressaram em cassar seu mandato em 2017, agora estão analisando tudo com mais cautela antes de adotar uma atitude mais drástica.  
Por isso mesmo, seria interessante que o prefeito procurasse se aproximar mais da Câmara Municipal e dos diversos segmentos organizados da comunidade para esclarecer, como se deve, as controvérsias e equívocos que cada vez mais vão tomando conta de seu governo. Antes de mais nada, Crespo deveria levar ao conhecimento da opinião pública, de maneira clara e objetiva, tudo aquilo que atrapalha o bom andamento de sua administração e que tanto vem afetando a vida da cidade.  
Antes que a situação se torne absolutamente insustentável sob todos os pontos de vista, com as aflições da população se multiplicando sem parar, o que se recomenda é uma iniciativa do prefeito no sentido de evitar que os problemas se agravem ainda mais. A impressão que se tem é de que ele está se isolando cada vez mais de toda a sociedade. E isso, evidentemente, não é bom para ele e muito menos para Sorocaba, cujos interesses devem prevalecer acima de tudo.