Quinta-Feira, 21 de Março de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

Desatinos que amedrontam

Publicada em 14/03/2019 às 22:03
Compartilhe:

Mais um grave cenário de muita tristeza veio se juntar ao rol de acontecimentos lamentáveis que vão se tornando cada vez mais comuns no Brasil, onde as mortes violentas vão se proliferando por todos os lados. O ataque promovido por dois jovens dentro de uma escola de Susano, na Grande São Paulo, com dez mortes de alunos e funcionários, além de outros tantos feridos, é uma ocorrência que chocou a todos e com grande repercussão no exterior. Trata-se de uma triste amostra do clima de tensão reinante no País e com maior intensidade em pleno coração do Brasil. De repente, numa cena impressionante, sem manifestar as causas de tanto desatino, os atiradores passaram a disparar contra os alunos, que foram apanhados de surpresa. O terror tomou conta de toda a escola, com os estudantes, indefesos, correndo por todas as partes para escapar dos tiros que eram disparados. 
O fato é que não é de hoje que as escolas de todo o País são cada vez mais invadidas, furtadas e depredadas, mostrando como elas precisam de uma vigilância bem mais eficiente para a proteção dos estudantes, professores e funcionários. A questão do bullying é outro fator a agravar ainda mais o relacionamento entre todos os estudantes e que merece uma atenção muito especial da sociedade e das autoridades competentes.
Parece que não, mas o envolvimento fanático de crianças, adolescentes e jovens com videogames que não param de exibir mensagens e armamentos dos mais violentos, como os do "Príncipe da Pérsia", e que só contribuem negativamente para embaralhar e confundir a mente da juventude, também tem tudo a ver com o violento descontrole de muita gente. A utilização de uma "besta' e de uma machadinha no ataque à escola de Susano é uma imagem muito clara de tudo aquilo de pior que passa pelos computadores e vai tornando cada vez mais enlouquecido o comportamento de muita gente. O que se constata é que os HDs das memórias das máquinas também vão invadindo a mente e a personalidade das crianças e adolescentes. Não se pode ignorar como cada vez mais os computadores vão fazendo com que eles permaneçam distantes do convívio social, que deve fazer parte de todos aqueles que ainda estão na fase de formação. O pior é que ainda dedicam seu tempo a arquitetar planos diabólicos. 
Não há como negar que procrastinar medidas pode dificultar ainda mais o encontro de soluções para as odisséias que os pais e a toda comunidade escolar enfrentam. Aliás, os pais não podem admitir o clima de desobediência que hoje em dia toma conta de todos os lares, já que isso só contribui para que as tensões se multipliquem cada vez mais em todo o conjunto da sociedade. Cada um precisa fazer a sua parte para que as coisas possam melhorar para todos.