Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

A chegada do Natal e a mudança de comportamento

Publicada em 07/12/2018 às 00:12
Compartilhe:

Com o Natal praticamente já batendo às portas, voluntários, empresários, núcleos de moradores e entidades assistenciais, além de órgãos governamentais, iniciam um verdadeiro mutirão de arrecadação de alimentos e brinquedos para fazer com que as festas de fim de ano de tanta gente possa ser um pouco melhor. Em Sorocaba, a grande maioria das campanhas natalinas depende da colaboração por parte da população, de comerciantes e empresários. No entanto, nem todos colaboram porque não tomam conhecimento dessas mobilizações. Além disso, outro problema é a falta de estrutura e de organização, pois, geralmente, poucas pessoas se envolvem diretamente com esses projetos, o que acaba comprometendo todo o trabalho. 
Independentemente disso, a sociedade reconhece o esforço desses voluntários, que dedicam um pouco de seu tempo para tirar sorrisos das crianças e das pessoas idosas no período natalino. 
Tradicionalmente, é nesta época que as instituições assistenciais, que fazem campanha e aceitam doações durante o ano todo, recebem mais oferendas e ajuda. E a principal razão desse aumento de generosidade é justamente a força de tudo aquilo de bom que o Natal representa. De um modo geral, as pessoas se deixam levar pelo espírito natalino e fazem o que não fizeram o ano inteiro. O clima de envolvimento familiar, a união e a troca de presentes, comuns nesta época do ano, fazem com que as pessoas fiquem mais sensíveis às necessidades de quem é menos favorecido. Há que se lembrar, também, que em dezembro a população tem um pouco mais de dinheiro por conta do 13o salário. E, naturalmente, como não poderia deixar de ser, os recursos financeiros também acabam ajudando. 
O fato é que a felicidade parece estar presente com mais intensidade em dezembro do que nos demais meses. E isso faz com que este mês seja um dos períodos mais curiosos e alegres do ano, porque, talvez, seja o único que tem o poder de mudar o comportamento da maioria das pessoas. É no final do ano que todos se tornam bem mais solidários, sempre dispostos a colaborar com alguma iniciativa em favor de quem precisa. 
Na verdade, mesmo que nem sempre seja lembrada como uma comemoração religiosa para muitos, esta época é tida como um dos motivos da alegria que se percebe nas pessoas. Essa mudança de comportamento nos finais de cada ano é, por um lado, motivo de comemoração, mas, infelizmente, também não deixa de ser um fato para se lamentar, já que seria muito bom se esse espírito de cooperação e solidariedade pudesse se prolongar
ao longo de todo o ano.