Sábado, 22 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

A distorção dos fatos

Publicada em 13/09/2018 às 18:09
Compartilhe:

Ao longo dos últimos anos, principalmente nesta temporada de caça aos votos, o povo brasileiro nunca deixou de ouvir a estratégia de muitos políticos que tentam de todas as formas aparecer como se fossem heróis, intitulando-se  lutadores sem igual na defesa do sistema democrático durante os anos da ditadura militar e os únicos que trabalharam para o crescimento econômico, político e social do Brasil. Eles fazem de tudo para desvirtuar os fatos, colocando a arrogância acima de tudo. Na base da repetição de inverdades, como tem ocorrido no horário gratuito da propaganda eleitoral, alguns líderes e candidatos, como é o caso dos petistas, distorcem tudo como se fossem os donos absolutos da verdade, esquecendo-se de que hoje em dia os brasileiros estão cansados de tanta conversa fiada. Fazem de tudo para mostrar que antes deles o Brasil não existia. Esquecem, por exemplo, que o fim da inflação galopante ocorreu bem antes deles, com a implantação do Plano Real, que contribuiu de maneira decisiva para o crescimento da economia. 
 
Com a pobreza de argumentos que vai para o ar, o que se observa, na verdade, é que tudo não passa de um modelo equivocado para tentar justificar a maior de todas as podridões orquestradas pela corrupção desenfreada e que nunca deixou de buscar, ao longo deste século, a consolidação de um projeto de poder, a exemplo do que ocorreu em Cuba, com Fidel Castro, e na Venezuela, com Hugo Chaves, entre tantos outros países. Jamais se viu, em toda a história política da humanidade, o desvio de rios de dinheiro pelos ralos do poder corruptor, tudo em prejuízo dos brasileiros que ganham uma ninharia e são sufocados por impostos sem fim. 
 
Sempre de uma forma que não corresponde à realidade dos fatos, esses políticos fazem questão de confundir a opinião pública sempre que tentam desqualificar as críticas que lhe são dirigidas. Apesar de tudo que falam não ter surtido o efeito desejado ao longo dos anos, esquecem suas lideranças que, enriquecendo-se da noite para o dia nos últimos anos, acabaram sendo condenadas a muitos anos de prisão por terem lesado o povo brasileiro. Todo mundo sabe, por exemplo, como está sendo difícil a recuperação da Petrobras depois de toda a gatunagem que a empresa sofreu ao longo deste século. 
 
O que não pode é a soberba arrogância impedir que a verdade seja dita como se deve e não através de manhas e artimanhas indecorosas que desprezam a realidade dos acontecimentos. O eleitor deve ficar atento com a conduta daqueles que desprezam a realidade dos fatos com o objetivo de continuar levando vantagem em alguma coisas.