Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< Levantamento comprova existência de plantas medicinais no Jardim Botânico

Publicada em 24/01/2015 às 23:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Lídice Meyer Pinto Ribeiro (na foto) fez o levantamento com Gecira de Camargo Silveira (Foto: Alexandre Lombardi/Secom)
Um levantamento feito no ano passado no Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas”, mantido pela Prefeitura de Sorocaba no Jardim Dois Corações, apontou a existência de plantas com potencial medicinal na flora nativa do local. O estudo, feito a pedido da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba (FSS), Maria Inês Pannunzio, foi realizado pela botânica e professora Lídice Meyer Pinto Ribeiro, em parceria com Gecira de Camargo Silveira, conhecida como Dona Gê, antiga floricultora da cidade e conhecedora leiga do assunto, como informante.
 
O diretor de Gestão Ambiental e Zoobotânica da Secretaria do Meio ambiente, Vidal Dias da Mota Júnior, responsável pelo Jardim Botânico, explica que a partir deste levantamento a secretaria pretende aprofundar ainda mais o conhecimento sobre as plantas medicinais da cidade e da região. “Em breve, vamos desenvolver um projeto de coleção dessas espécies, que irá abordar e orientar a população sobre as plantas medicinais”, conta.
 
De acordo com a professora Lídice, após estudos, muitas destas plantas utilizadas popularmente na medicina tradicional revelaram propriedades terapêuticas cientificamente comprovadas. “Portanto o reconhecimento de novas espécies já consagradas pelo uso popular tende a fornecer mais possibilidades de estudo e de descoberta de futuros medicamentos”, comenta a responsável pelo levantamento. “Por isso, este estudo é importante, como registro e manutenção deste valioso patrimônio para as futuras gerações”, completa.
 
Durante a pesquisa de campo, Lídice explica que foram mapeadas espécies vegetais de seu conhecimento, registrando-as através de fotografias para posterior identificação. O levantamento foi concluído com uma lista contendo quase 30 plantas medicinais, como erva cidreira, dente de leão, serralhinha, graviola e rosa branca, por exemplo. “Através deste levantamento preliminar, pretendemos demonstrar para a população a riqueza do conhecimento leigo sobre o assunto, abrindo a possibilidade para novas pesquisas e registros”, explica a botânica.
 
O Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas” funciona de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas, e está localizado na Rua Miguel Montoro Lozano, 340, no Jardim Dois Corações. A entrada é gratuita. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar