Segunda-Feira, 1 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

Uruguai destaca-se na luta contra o novo coronavírus

Publicada em 22/05/2020 às 16:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR

(Foto: Agência Brasil)
Nos últimos dias, o Uruguai vem se destacando em meios de comunicação ao redor do mundo pelo sucesso no combate ao novo coronavírus, causador da covid-19. Até o momento, o país registrou 749 casos da doença e apenas 20 mortes. Apesar de não ter decretado quarentena obrigatória, o país tomou, desde muito cedo, uma série de medidas para evitar a disseminação do vírus.
 
O Uruguai foi apontado como um dos 46 países que estão vencendo a batalha contra o novo coronavírus. O ranking está disponível no site EndCoronavirus.org, construído e mantido pelo New England Complex Systems Institute e seus colaboradores. O presidente do instituto de investigações científicas, Yaneer Bar Yam, parabenizou o Uruguai, em sua conta no Twitter, pelo desempenho no combatre à covid-19.
 
A lista é elaborada de acordo com o número de casos positivos confirmados em um período de 10 dias. O Uruguai registrou, nos últimos 10 dias, entre 12 e 21 de maio, apenas 35 novos casos, uma média de 3,5 por dia.
 
O ranking é dividido em três classificações: os países que "estão vencendo" a doença, os que estão "quase lá" e os que "precisam de ações". O Brasil, que, nos últimos dias somou mais de 132 mil novos casos e atingiu a média de 13,2 mil por dia, está entre os que precisam de ação.
 
 
MEDIDAS IMEDIATAS - No dia 13 de março, foram registrados os quatro primeiros casos de contaminação pelo novo coronavírus no Uruguai. No mesmo dia, o governo anunciava a suspensão das aulas por 15 dias, começando em 16 de março. As escolas permanecem fechadas até esta sexta-feira (22), e o governo acaba de anunciar um plano de retomada gradual das aulas em três etapas, nos dias 1º, 15 e 29 de junho.
 
Ainda em meados de março, o governo determinou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais, exceto farmácias e os de venda de alimentos. Os centros comerciais anunciaram o fechamento de suas lojas por tempo indeterminado.
 
De acordo com especialistas, outra das ações uruguaias que ajudaram muito a conter a disseminação da doença foi a ampla testagem. O país, que tem uma população de apenas 3,5 milhões de habitantes, fez, até o momento, mais de 36.500 testes.