Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< Geadas devem elevar preços dos alimentos

Publicada em 29/07/2021 às 20:13
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Agência Brasil)
Os registros de geadas, como na manhã desta quinta-feira (29), principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, devem elevar o preço dos alimentos e afetar o índice de inflação. O frio intenso decorre da massa polar que chegou ao Brasil nesta semana.
Analistas calculam que as geadas desta semana podem trazer impactos à inflação deste ano em 0,1%. Com isso, o IPCA, índice oficial de preços, pode ultrapassar 7% em 2021. O grupo já havia elevado as projeções para a alta dos preços de alimentação em julho.
“Em 2021, a projeção de IPCA em 6,7% tem riscos assimétricos para cima. Com geadas e reabertura da economia no radar, a inflação pode ficar acima de 7% no ano”, ressaltam, destacando que as culturas mais impactadas são o café, hortaliças e frutas.
O frio intenso agravou um cenário que já era desafiador para agricultores, uma vez que a estiagem severa impactou preços de grãos, cana de açúcar, café e cítricos. Fora isso, as proteínas animais também têm os preços altos. 
 
RECORDE – A madrugada de ontem em São Paulo teve recorde de temperatura mínima em 2021 com os termômetros registrando média de 4,7°C nas estações meteorológicas do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. 
Ainda segundo o CGE, as próximas madrugadas ainda serão geladas e com expectativa de novo recorde na madrugada de sexta-feira (30). As mínimas nos bairros mais afastados do centro expandido, distantes das áreas urbanizadas, podem atingir valores próximos ou abaixo de zero. 
 
NEVE – Já a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, registrou neve e chuva congelada na tarde de quarta-feira (28). A primeira neve do ano na cidade deu-se no dia 29 de junho. Até ontem pela manhã, persistia a previsão de queda de neve nas Serras Gaúchas. 
De acordo com meteorologistas, chuva congelada e neve são fenômenos diferentes. No caso da neve, trata-se de uma precipitação de cristais de gelo translúcidos e brancos; já a chuva congelada normalmente antecede a precipitação de neve e se assemelha a um granizo pequeno.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar