Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL O bem comum é que importa

Publicada em 01/04/2021 às 18:31
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Apesar de todo mundo estar cansado, desanimado e assustado com a covid-19 no Brasil e no mundo, já que as mortes não param de se multiplicar, todos devem procurar viver como se deve este momento da Semana Santa e da Páscoa, mas sempre procurando fazer prevalecer o distanciamento entre todos. Essa festa, considerada pelas igrejas como a maior e mais importante da Cristandade, quando os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo, depois de sua morte por crucificação, sempre é rememorada com muito respeito e contrição a cada ano durante a Sexta-feira Santa.

Todos sabem que a Páscoa também é sinônimo de renascimento da fé e do caminho do bem traçado por Jesus, daí a razão deste período ter uma importância tão especial na vida dos brasileiros. Depois da chegada do ano novo e passado o carnaval, que neste ano acabou sendo cancelado por conta da pandemia, a maioria das pessoas se dá conta, quando das compras da Páscoa, entre os afazeres do almoço com a família e a troca de ovos de chocolate, que muito pouco foi feito para a execução das resoluções e metas estipuladas por ocasião da passagem do ano.

"Que nesta Páscoa todos possam celebrar o renascimento da fé e da esperança em um novo tempo, deixando para trás todo e qualquer passado de dissabores"

Embora todos estejam passando por momentos difíceis, um novo tempo de renovação surge com a Semana Santa, ocasião em que todos têm uma segunda chance de recomeçar e tentar fazer diferente, acreditando que Deus nunca deixa de se constituir no senhor absoluto da razão e de tudo aquilo que ocorre ao redor das pessoas. Num período como este, impossível não pensar que os governantes, políticos, autoridades constituídas e toda a população deveriam se agarrar de todas as maneiras em suas segundas chances e arregaçar as mangas para realmente fazer a diferença positiva nas vida de todas as pessoas, principalmente daquelas que não conseguem viver com um pouco mais de dignidade. Não se pode esquecer da população que a cada eleição deposita sonhos e esperanças em candidatos que, no fundo, acreditam em si e na capacidade que reúnem para realizar o bem maior, mas que, por uma série de razões, se perdem nas armadilhas do ego e de conquistas pessoais, acabando por se desviar do objetivo inicial - aquele do verdadeiro bem comum.

Por isso, respeitando todas as normas que a pandemia exige, que nesta Páscoa todos possam celebrar o renascimento da fé e da esperança em um novo tempo, deixando para trás o passado de dores e tristezas sem fim. O importante é levar à frente apenas as lições aprendidas, pois será dessa maneira que no futuro todos poderão desfrutar das escolhas sábias e acertadas em benefício da humanidade. Que cada cristão faça prosperar o melhor em torno do bem comum.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar