Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL O dever de fazer a lição de casa

Publicada em 14/01/2021 às 17:20
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Depois que a tão aguardada vacinação contra a Covid-19 começar a ser colocada em prática até o final deste mês, o que se espera é que a volta às aulas nas escolas estaduais, a partir de fevereiro, também possa corresponder às expectativas dos pais, dos alunos, dos professores e de toda a população paulista. Sabendo-se de todos os prejuízos que os estudantes tiveram ao longo do ano passado, mediante a suspensão das aulas por conta do agravamento da pandemia, nunca é demais refletir sobre os impactos negativos ainda mais fortes que a educação vem sofrendo há quase um ano. 
Não há como negar que a primeira constatação a ser feita é que a temporada de confinamento foi um desastre para a grande maioria dos alunos. Naturalmente, quase nada fizeram durante a quarentena e, certamente, querem continuar levando a vida sem maiores preocupações, sem as lições de casa, provas e sem a necessidade de prestar atenção nos ensinamentos do professor. Claro que a longa temporada longe da escola também acabou atrapalhando os alunos cujo tempo perdido dificilmente será recuperado. Certamente, o período longe de casa pouco ajudou os alunos mais interessados, já que eles deixaram de aprender muita coisa, perdendo vocabulário e nem se lembrando mais como conjugar os verbos mais importantes, aprimorar a leitura ou fazer alguma multiplicação, entre outras coisas.
 
"Os governantes devem ter mais consciência, não podendo deixar de fazer a lição de casa como se deve para que as coisas não piorem ainda mais para todos os brasileiros"
 
Uma outra constatação que merece destaque é que a convivência familiar, em muitos casos, acabou deixando marcas extremamente negativas. Não foram poucos os alunos que sofreram violência doméstica, existindo relatos de situações mais graves. É evidente que nada justifica a violência, ainda mais se for levado em conta o trauma que muitas crianças e adolescentes carregarão para toda a vida. Não se pode negar, porém, as causas de tudo isso, entre elas a falta de dinheiro em casa, a perda do emprego e o fato de muitos pais terem sido obrigados a ficar em casa com os filhos, coisa que nunca havia ocorrido antes. 
Enfim, o que falta daqui para frente é todo mundo começar a voltar ao mundo real. E os governantes não podem, em hipótese alguma, deixar de fazer a lição de casa como se deve para que as coisas não piorem ainda mais. Há que se ter muito consciência de como tudo isso só atrapalha e prejudica a vida dos alunos, dos pais, da população e do futuro do País.  
 
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar