Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< SOROCABA Prefeita faz balanço de ações e apresenta situação financeira

Publicada em 29/12/2020 às 23:11
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: divulgação)
A prefeita Jaqueline Coutinho reuniu a imprensa no final da tarde desta terça-feira (29) para fazer um balanço dos seus 17 meses no comando da Prefeitura de Sorocaba. Jaqueline elencou as principais ações de seu governo em diversos setores e, ao lado do secretário da Fazenda, Fábio de Castro Martins, apresentou a situação financeira do município que será encontrada pela nova administração. De acordo com os dados apresentados na coletiva, a situação financeira da Prefeitura em 28 de dezembro revela a existência de pouco mais de R$ 130 milhões em recursos próprios e vinculados disponíveis nos cofres municipais e uma estimativa de restos a pagar de cerca de R$ 10 milhões.

Ao longo de uma apresentação de 50 páginas feita aos jornalistas, Jaqueline Coutinho enumerou as ações realizadas em áreas como saúde, educação, segurança, infraestrutura urbana, esporte, cultura, tecnologia, entre outras. “Estamos terminando o governo com as contas pagas e em dia”, afirma.

A prefeita cujo mandato chega ao fim nesta quinta-feira (31) também falou sobre as dificuldades encontradas neste ano, sobretudo por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo ela, em abril deste ano havia uma previsão de que o déficit orçamentário poderia chegar à casa dos R$ 700 milhões. No entanto, com as medidas adotadas – algumas impopulares, como admitiu a prefeita – a crise financeira foi controlada e a prefeitura fecha 2020 numa situação de estabilidade.

O secretário da Fazenda, Fabio Martins, ratificou que a atual gestão está em dia com todos os pagamentos. “Isso é uma vitória”, comemora. “Apesar da crise causada pela Covid-19, mantivemos Sorocaba nos trilhos do desenvolvimento e vamos entregar a administração ao novo gestor com as contas equacionadas.”

Conforme Jaqueline Coutinho, para este ano o orçamento previsto era de mais de R$ 3,2 bilhões. Porém, a pandemia fez com que cerca de R$ 180 milhões deixassem de ser arrecadados. Ainda assim, a atual gestão conseguiu superar as dificuldades adotando medidas importantes e transparentes. “Hoje nós temos uma realidade que nos permite dizer: sim, nós fizemos uma gestão responsável.”

A prefeita também anunciou que, para o ano que vem, já há recursos disponíveis para a construção de oito escolas. A verba de cerca de R$ 30 milhões foi obtida pelo governo municipal junto ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar