Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Absurdos e anormalidades

Publicada em 10/12/2020 às 12:04
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Nos dias atuais, além do Coronavírus que vai se espalhando por todas as partes, o Brasil sofre com a banalização dos crimes e mortes, a corrupção sem fim, a violência medieval, a negligência dos governantes, a capacidade de aceitar as piores coisas e as incertezas que nunca deixam de se manifestar. Como há muito já se percebeu, o que no Brasil as coisas acabam sendo aceitas como normais, fazendo parte da vida de cada um, em outras partes do mundo elas são absolutamente inaceitáveis. Nos últimos dias, por exemplo, na regiäo central da capital paulista, maior metrópole da América Latina, os conhecidos personagens do mundo da cracolândia que vivem alucinados por natureza novamente se revoltaram e, sem mais nem menos, passaram a atacar pessoas e a depredar veículos e bens públicos e particulares, numa cena de muita selvageria. Mesmo com a gravidade da situação, a polícia só apareceu no local muito tempo depois da fúria ter sido perpetrada. Na verdade, ninguém sabe lidar com os problemas como se deve. A leniência e a frouxidão das leis é que sempre prevalecem. 
 
Apesar da violência gratuita cometida contra pessoas de bem causar mais que indignação nas consciências das pessoas civilizadas, casos como os das cracolândias que se multiplicam sem parar nunca são encaminhados de maneira adequada. Ao contrário, embora não deixem de causar perplexidade, eles vão se agigantando contra toda a sociedade. Hoje em dia, o fenômeno não se restringe apenas a Säo Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre e Ceará, entre outras capitais, mas a todas as pequenas e médias cidades do País, como ocorre em vários pontos de Sorocaba. 
"O pior vai se multiplicando por todo o Brasil porque a sociedade como um todo vai sendo anestesiada em razão dos absurdos e anormalidades que vão sendo esquecidos por todos"
Como parte da violência que se torna cada vez mais dramática em todo o território nacional, o que se observa são os assaltos a bancos praticados por batalhões de bandidos que se reproduzem de maneira interminável. As facções criminosas estão por todos os cantos se especializando cada vez mais. Armas pesadas acabam sendo compradas sem muito esforço. Exibi-las ou usá-las aumenta a ousadia, traço comuns em jovens que têm necessidade de se afirmar na comunidade em que vivem.
 
O fato é que o pior vai florescendo por todo o Pais e os brasileiros aceitam porque vão sendo anestesiados com todos os absurdos e anormalidades que são esquecidos e não têm punição. Todos vão sendo amortecidos pela ineficácia dos governantes que nunca deixam de colocar a culpa dos desmandos em outros. O que falta é uma reação da sociedade a tudo que vem ocorrendo de pior. Ontem, por exemplo, foi comemorado o Dia de Combate à Corrupção. Essa data, no entanto, precisa ser comemorada cada vez mais durante os 365 dias do ano. Infelizmente, porém, existem aqueles que querem o enfraquecimento do trabalho desenvolvido pela Polícia Federal. Como aceitar um negócio desses?
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar