Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL De olho no futuro

Publicada em 30/11/2020 às 21:40
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Encerradas as eleições municipais deste ano, com a vitória de Rodrigo Manga (Republicanos) para o Palácio dos Tropeiros, fica a expectativa agora de como serão as coisas em Sorocaba no que diz respeito à economia, às vendas de fim de ano, à vacina contra a Covid-19, que deve chegar ao Brasil em breve, e tudo mais que os sorocabanos esperam de bom para o ano que está prestes a despontar. É importante lembrar que todos têm responsabilidade nos rumos da cidade, do Estado e do País. Ninguém ignora que a democracia não é fácil de ser levada em frente, mas o fato é que ainda é o melhor sistema que existe. E só com o passar do tempo, com a força da educação e dos bons princípios é que será possível praticá-la e aprimorá-la sempre mais, procurando-se reduzir os erros praticados ao longo do tempo e votando naqueles que a população vai confiar a condução dos destinos nos próximos anos. 

Todo mundo deve levar em conta que a política e a democracia fazem parte da vida de cada pessoa e devem ser vistas como de fundamental importância para que o futuro possa ser melhor para todos, com tudo começando pela cidade onde cada um trabalha e mora com a família. Dessa forma, o novo prefeito, a ser empossado no dia 1º de janeiro de 2021, irá assumir a Prefeitura de Sorocaba com o passivo do mandato que está terminando, ou seja, suas dívidas, receitas, novo orçamento e tudo mais, mas sabendo-se que, apesar de tudo que prometeu durante a corrida eleitoral, não irá resolver todos os problemas que atormentam a vida da população. E isso, certamente, deverá ser evidenciado com o passar do tempo.
"Todo mundo deve levar em conta que a política e a democracia fazem parte da vida de cada pessoa e devem ser vistas 
como de fundamental importância para que o futuro seja melhor para todos"

O fato é que será necessário, acima de tudo, de forma construtiva e colaborativa, cobrar do futuro prefeito e dos novos vereadores um planejamento estratégico que seja adequado para a cidade. É importante, também, que a Região Metropolitana de Sorocaba deixe de existir apenas na nomenclatura e passe a funcionar como se deve. O que se espera é que os projetos individuais de cada município sejam abraçados pelos deputados da região tanto na Assembleia Legislativa como no Congresso Nacional. Enfim, quanto mais segmentos se unirem em torno dos projetos que deverão ser colocados em prática, mais fácil será abarcar os anseios de toda a sociedade, trabalhando por uma cidade mais inclusiva, participativa e acessível em todos os aspectos. É de grande relevância todo mundo continuar discutindo e se comprometendo com aquilo que se pode chamar de mapa de navegação do novo prefeito. Na verdade, não se pode simplesmente dar um cheque em branco ao candidato mais votado.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar