Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< Com diferença apertada nos votos, Manga é o novo prefeito de Sorocaba

Publicada em 29/11/2020 às 23:57
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Com grande apoio da zona norte de Sorocaba e uma diferença apertada, Rodrigo Manga (Republicanos) foi eleito o novo prefeito de Sorocaba neste domingo (29), no segundo turno das eleições. Com 100% das urnas apuradas, o republicano teve 153.228 votos (52,58%), contra os 138.201 votos (47,42%) da adversária, Jaqueline Coutinho (PSL). Foram, ainda, 16.069 votos brancos (4,63%), 39.552 (11,4%) nulos e 138.912 (28,58%) abstenções. 

Das mais de 5,5 mil cidades do Brasil, 57 tiveram segundo turno nas eleições municipais, e Sorocaba foi uma delas. Diferente do primeiro turno, no dia 15 deste mês, as eleições para prefeito na cidade registraram momentos mais tranquilos e menos cheios nos 170 locais de votação, em unidades de ensino espalhadas pelo município. 

Sorocaba é o maior colégio eleitoral da Região Metropolitana, com 485.692 eleitores, e única cidade onde houve segundo turno para prefeito. As outras 26 cidades já tinham definido seus chefes do Executivo. 

Com 8.574 eleitores e 22 seções, a EE “Oswaldo Duarte”, no Wanel Ville, foi a que reuniu o maior número de votantes em Sorocaba. Em seguida, os colégios Uirapuru (7.407 eleitores e 19 seções) e Salesiano São José (7.327 eleitores e 21 seções). Aproximadamente 50 pessoas estavam na fila da EE “Antônio Vieira Campos”, no Bairro Júlio de Mesquita Filho, na zona oeste de Sorocaba - menos da metade verificada no primeiro turno - pouco antes da abertura dos portões.

A manhã de votação não registrou grandes filas em alguns locais visitados pelo DIÁRIO, como se verificou nas escolas “Monteiro Lobato”, “Rubens de Faria”, “Leonor Pinto Thomaz”, “Visconde de Porto Seguro”, “Senador Vergueiro”, “Lauro Sanches”, os colégios “Dom Aguirre” e Veritas, e a faculdade Anhanguera. Já na “Dr. Getúlio Vargas”, na Rua Rio de Janeiro, perto do Centro, houve bastante movimentação, a ponto de a rua ser interditada.

Como no primeiro turno, diversas urnas apresentaram defeitos e exigiram substituição - sete delas, até o fim da tarde. Ao todo, foram usadas 1.311 urnas nas votações, e a Justiça Eleitoral tinha 100 urnas-reservas para essas emergências. Muitos eleitores, que tomaram conhecimento do aplicativo E-título no primeiro turno, baixaram o app e usaram-no neste domingo, pois ele funciona como uma versão digital para o documento de votação. O recurso digital foi mais uma ferramenta para auxiliar os procedimentos de distanciamento social e minimizar os impactos de possíveis infecções por Coronavírus. O distanciamento foi respeitado nas poucas filas que a reportagem verificou nas escolas. Na EE “Antônio Vieira Campos”, no Júlio de Mesquita Filho, um homem e uma mulher chegaram na hora do fechamento dos portões às 17 horas, e não conseguiram votar.

A Polícia Militar, Civil e Federal fizeram operações nos mesmos moldes do primeiro turno, com reforço de efetivo para garantir a segurança e inibir boca de urna. Esta foi a quinta vez em que Sorocaba decidiu a vaga do Executivo no segundo turno, fato que ocorre desde a redemocratização do Brasil e a Constituição Federal de 1988. Apenas em 2000 e 2008, nas reeleições de Renato Amary e Vitor Lippi, houve vitórias no primeiro turno.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar