Sábado, 10 de Abril de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< REGIÃO Grave acidente entre ônibus e caminhão na região deixa dezenas de mortos Ônibus transportava 52 operários de fábrica de tecelagem por rodovia que interliga os municípios de Taguaí e Taquarituba, próximos a Avaré

Publicada em 25/11/2020 às 21:58
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: divulgação)

Um acidente gravíssimo envolvendo um ônibus que transportava 52 operários de uma fábrica de tecelagem e um caminhão carregado de esterco ocorreu no começo da manhã desta quarta-feira (25) na região, na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), entre as cidades de Taguaí e Taquarituba, próximas a Avaré. À tarde, o Corpo de Bombeiros confirmava, pelo menos até aquele momento, 41 mortos. Nas primeiras informações circuladas, ainda pela manhã, números conflitantes apontavam que, ao todo, até aquele momento 23 vítimas já tinham sido retiradas das ferragens, segundo o capitão Edson Winkler Filho, da Polícia Rodoviária Estadual, um dos primeiros a chegar ao local da violenta colisão.

“Taquarituba recebeu 8 pacientes em estado grave, entre eles duas morreram ao dar entrada ao hospital. A cidade de Taguaí também está no mesmo processo. Há muitas vítimas no local, de acordo com informações das pessoas que trabalham no resgate”, acrescentava também pela manhã a coordenadora da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Taquarituba, Natali Fonseca, já de posse de uma lista com os nomes de trabalhadores da fábrica de tecelagem que o ônibus transportava. “Todos os pacientes vivos já foram encaminhados para atendimento nos hospitais da região”, informava também.

O trânsito na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249) foi bloqueado e os feridos eram resgatados e levados para hospitais de Taguaí, Taquarituba, Fartura, Itaí e Avaré

AÇÃO DE EMERGÊNCIA - O Governo de São Paulo montou uma força-tarefa para identificar e liberar os corpos das vítimas fatais da tragédia na SP-249. A Secretaria de Estado da Segurança Pública acionou as unidades do IML (Instituto Médico Legal) da região, nas cidades Avaré, Botucatu e Itapetininga, para atender ao grande número de óbitos o mais rápido possível.

Por determinação expressa do governador João Doria, o coordenador da Defesa Civil do Estado, coronel PM Walter Nyakas Júnior, e os secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e de Saúde, Jean Gorinchteyn, também viajaram no início da tarde a Taquarituba. Além de prestar solidariedade às vítimas e familiares, os secretários foram coordenar os resgates, assim como visitar os hospitais onde estão as vítimas, agilizar a liberação dos corpos e iniciar uma apuração sobre as causas do acidente.

As polícias Civil e Militar estavam empenhadas no atendimento às vítimas do acidente igualmente. O helicóptero Águia, da base de Campinas, também foi acionado para auxiliar nos trabalhos. Foi solicitada perícia para o local e as vítimas sobreviventes socorridas a hospitais da região.

Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem e da Polícia Rodoviária permaneceram no local organizando o tráfego e orientando os motoristas. A rodovia estava completamente interditada no trecho do acidente. O DER ainda implantou dois bloqueios na SP-249, próximo aos entroncamentos com a SP-287 e com a SP-255. Após estes pontos de bloqueio, o acesso à SP-249 estava sendo permitido restritamente aos veículos de moradores que residam no Bairro Aleixo, na cidade de Taquarituba, e até a cidade de Taguaí. Os motoristas que seguiam de Taquarituba sentido Taguaí saiam na SP-255, passando por Itaí até a Rodovia Raposo Tavares (SP-270). A partir deste ponto, deviam seguir no sentido Piraju e sair na SP-287.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar