Quarta-Feira, 2 de Dezembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< COTIDIANO DS - INFORMAÇÕES

Publicada em 17/11/2020 às 21:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
ALTO CUSTO DA CONSTRUÇÃO 
De acordo com especialistas do setor, o custo elevado do cimento, areia, aço, fios, tubulação e vários outros materiais de construção, que ficou muito caro na retomada das atividades imobiliárias após a quarentena ter sido flexibilizada, deverá continuar na mesma pelo menos até o segundo trimestre de 2021. Conforme os dados divulgados a respeito pelo Índice Nacional de Custos de Construção (INCC), por enquanto o movimento de alta deve seguir em frente pressionado pelo grupo de materiais, equipamentos e serviços, tendo aumentado 3,04% no segundo decêncio de outubro. No ano, o crescimento desse grupo atingiu 10,85% e, em doze meses, foi a 11,20%. 

ACELERANDO A PRODUÇÃO 
Ao contrário do quadro que reinava sete meses atrás, quando a pandemia da Covid-19 ainda paralisava as fábricas, o que se observa atualmente é que  inúmeras indústrias de bens de consumo estão convocando os trabalhadores para jornadas de produção nos sábados para atender às encomendas do fim de ano. Sabe-se que o varejo, que reagiu mais rápido do que se imaginava com a flexibilização da quarentena, tem até o fim do ano um período tradicionalmente mais movimentado em razão das promoções do Black Friday, do Natal e da injeção do 13º salário na economia. Dessa maneira, só resta mesmo acelerar a produção da indústria.  

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar