Sábado, 5 de Dezembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Eleição na fase decisiva

Publicada em 16/11/2020 às 22:33
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Vencida a primeira etapa das eleições deste ano, resta saber agora a decisão do eleitorado sorocabano para o Palácio dos Tropeiros no dia 29 deste mês, entre o vereador Rodrigo Manga (Republicanos) e a prefeita Jaqueline Coutinho. Por tudo aquilo que aconteceu durante a disputa, com muitas desavenças entre todos os candidatos, os eleitores que votaram em outros nomes no primeiro turno agora terão de escolher um deles. Nesta altura da disputa, as coisas por enquanto são imprevisíveis, até porque Manga já surpreendeu mostrando a força eleitoral que tem. Levando-se em conta que o segundo turno não deixa de ser uma eleição bem diferente, ainda é cedo para apontar um favorito, mas a disputa entre os dois promete ser bastante acirrada e embalar o cenário político um pouco mais nos próximos 12 dias. 

Neste momento, é importante destacar a participação de todos os candidatos no pleito de Sorocaba, já que não se omitiram de colocar seus nomes como uma alternativa do eleitorado. Para uma cidade do porte e da pujança de Sorocaba, não deixa de ser algo positivo o interesse de todos eles no sentido de participar efetivamente da história da cidade. Há que se enfatizar que não existe democracia sem prática política. Simplesmente ainda não inventaram outro jeito. Muitas vezes pode até parecer que tudo não passa de uma utopia, mas é de suma importância que haja um número cada vez maior de pessoas dispostas a participar da vida política da cidade e do País. Vale dizer que é através da política levada a sério que se pode mudar para melhor a vida de toda a população brasileira.
"Todo e qualquer cidadão deve procurar  participar com mais protagonismo  desta fase decisiva da campanha eleitoral" 

Nunca é demais lembrar que ainda pode demorar muito tempo para fazer deste País uma democracia sonhada. Felizmente, porém, pode-se dizer que os efeitos das investigações da Lava-Jato e da Lei da Ficha Limpa já vão produzindo seus efeitos. Nesta eleição, por exemplo, quase dois mil candidatos a prefeito, vice e vereadores em todo o Brasil tiveram seus registros negados em razão de alguma irregularidade. Juízes de primeira instância chegaram a invalidar o registro de muitas candidaturas, mas eles ainda aguardam seus recursos serem julgados pelos tribunais regionais eleitorais. Sem uma decisão definitiva, no entanto, muitos ainda puderam ser votados, mas vai ser difícil até a diplomação ter tudo isso resolvido. Toda a população precisa entender que, numa cidade do porte de Sorocaba, cuja evolução é a sua marca permanente, é preciso um número cada vez maior de lideranças discutindo o seu futuro. As gerações que vão se sucedendo não podem ficar restritas à contaminação da fraqueza, do desinteresse, da falta de ideias e de ideais. Daí a razão de cada cidadão procurar participar com mais protagonismo desta fase decisiva da campanha eleitoral.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar