Sexta-Feira, 4 de Dezembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< SOROCABA Aglomeração, demora para votar e lentidão para os resultados

Publicada em 16/11/2020 às 04:23
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Epitácio Pessoa)
Um dos mais movimentados locais de votação de Sorocaba, o Colégio Dom Aguirre, no início da avenida General Osório, na região central da cidade, apresentou uma série de contratempos a muitos eleitores durante a votação na manhã deste domingo. Por causa de mudanças que ocorreram recentemente, não foram poucosmaqueles que não conseg uiram localizar de imediato os locais de funcionamento de algumas seções onde estavam acostumados a votar.
 
Por causa disso, muitos acabaram ficando irritados com a perda de tempo. Não fosse a boa vontade de algumas funcionárias para orientar os eleitores, o problema certamente teria demorado muito mais para ser solucionado.
 
De acordo com informações que chegaram à redação do DIÁRIO, em várias outras seções, em diferentes pontos de Sorocaba, como na Escola Municipal "Dr. Getúlio Vargas", também chegaram a ser grandes, pela manhã, as filas e a movimentação de eleitores pelos corredores de muitos locais de votação. Como não poderia deixar de ser, em razão da Covid-19 as aglomerações deixaram muita gente preocupada em determinados momentos. A precaução com o distanciamento social entre as pessoas acabou ficando relegada a um plano secundário, apesar de todas as recomendações que foram feitas pelos órgãos competentes.
 
O que se espera é que as falhas, como as que ocorreram em todo o Brasil no início da apuração dos votos, quando a internet demorou demais para anunciar o andamento da totalização dos votos direto do TSE em Brasília, sejam corrigidas como se deve para o segundo turno das eleições no dia 29 deste mês.
 
Ninguém sabe exatamente quem foi o responsável por autorizar as mudanças de um sistema de divulgação dos resultados parciais das apurações que vinha dando certo em todas as eleições dos últimos vinte anos.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar