Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< BRASIL Intervenções na Ipanema garantirão faixas de trânsito a motoristas

Publicada em 12/11/2020 às 21:32
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Iniciada há pouco mais de um ano, a construção do viaduto da J.J. Lacerda/avenida Ipanema, nomenclatura conhecida por conta das vias que integram o projeto viário, entrou na fase de instalação e conclusão dos últimos pilares de sustentação do elevado, na altura da cabeceira do trecho da avenida Ipanema. Por conta disso, a DP Barros – Pavimentação e Construção, responsável pelo trabalho, procedeu aos ajustes das calçadas do Carrefour, que fazem paralelo com a obra e começa, ainda nesta semana, uma intervenção para diminuição de uma rampa de acesso que margeia o posto de gasolina do hipermercado. Com isso e à medida que a faixa da esquerda da avenida, no sentido bairro/centro, for interditada para perfuração e início de concretagem do tubo de sustentação do viaduto, os motoristas continuarão usando duas faixas de rolamento para o tráfego.

Quem passa pelo local já percebe a remodelação no trecho, que terá ainda adequação do ponto de ônibus que fica na calçada do hipermercado, com instalação de baia e afastamento de gradis para oferecer segurança aos usuários. No complexo viário daquele trecho, que inclui as praças Adolpho Hannickel e Antônio Nobrega, todos os traçados já foram adequados, determinando ora o estreitamento de um espaço, ora o alongamento dele para que a área de circulação de veículos tenha garantida fluidez. Triangulando com as duas praças, há também o trecho inicial da rua Atanazio Soares, que receberá novo paisagismo e será ponto de embarque e desembarque de ônibus, com novo traçado recuado a partir da rua Fernandes Camacho, favorecendo a trafegabilidade, principalmente em ‘horários de pico’.

Outro fator preponderante do viaduto da J.J. Lacerda será o encurtamento do tempo para motoristas que se dirijam à Zona Norte vindos das regiões do Alto da Boa Vista, Zona Industrial ou mesmo das vilas Progresso e Santana, já que, sem semáforos, o elevado permitirá um percurso ininterrupto em sua extensão, de uma ponta a outra. Motoristas em direção às Vila Fiori, Hungarês e Brasilândia, por exemplo, acessarão essas localidades pelas pistas baixas, sem necessidade de uso do viaduto.

O NOVO VIADUTO - A implantação do novo viaduto, projetado para proporcionar a ligação direta entre as duas avenidas, deverá eliminar 60% do volume veicular na intersecção, proporcionado melhores condições operacionais no local. Também será pelas faixas abaixo do viaduto que os veículos em direção à Vila Carvalho, altos do Trujillo e Vila Barão terão maior facilidade de trânsito, com a interligação da J.J. Lacerda à avenida Brasil, cortando a avenida Ipanema, na parte inicial da praça Adolpho Hannickel.

Segundo o cronograma da construtora, o cenário da atual instalação dos tubos de 1,40 e 1,20 metros de diâmetro que sustentam as vigas transversais do novo viaduto deve mudar na primeira quinzena de dezembro. Neste período, serão lançados três trechos, com a colocação das vigas paralelas entre os pilares. A partir do aterro armado, que é a rampa de acesso, os pilares suportarão vigas de 15 metros cada. Já nos vãos elevados serão de 30 metros.

A manobra será realizada no período noturno, já que exige deslocamento de trânsito com interrupção de vias. A perspectiva é de que o trabalho consuma toda a noite, chegando perto do amanhecer. O calendário para instalação das vigas será divulgado na oportunidade.

COMPEXO VIÁRIO ‘FRANCO MONTORO’ - A obra do viaduto J.J. Lacerda/avenida Ipanema faz parte do Complexo Viário ‘Franco Montoro’, que faz rede com o eixo Norte/Sul do Sistema BRT Sorocaba, uma região que registra a circulação de mais de 80% das linhas do transporte coletivo da cidade. Por ali passam mais de 2.800 veículos por hora.  Está orçada em mais de R$ 10 milhões, com financiamento do Banco de Desenvolvimento da América Latina — anteriormente, Corporação Andina de Fomento (CAF). 
A previsão de término é março de 2021.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar