Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< COTIDIANO DS - INFORMAÇÕES

Publicada em 11/11/2020 às 21:53
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
RECORDE EM RECLAMAÇÕES
O Procon-SP recebeu, entre janeiro e setembro deste ano, mais de 15 mil reclamações de consumidores contra empresas e operadoras de viagens. A situação no setor é tão grave que mostra um número quase 500% a mais em relação ao mesmo período de 2019. Para reduzir esse caos, o governo editou estas duas leis: uma para auxiliar as empresas aéreas, com os passageiros que tiveram o voo cancelado por conta da pandemia da Covid-19 podendo utilizar os créditos da passagem por até 18 meses; e a outra regulamentou o adiamento e cancelamento de serviços, reservas e eventos do setor de turismo e cultura. Na prática, o consumidor pode ter o dinheiro de volta se tiver comprado uma passagem aérea direto com a companhia, mas, se optou por um pacote, a operadora de turismo não é mais obrigada a restituir o valor.   

BANCO DIGITAL DA CAIXA 
Sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, a lei que torna permanente a poupança social digital construiu uma plataforma para o banco digital da Caixa Econômica Federal e que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende levar à Bolsa nos próximos meses. As tratativas com o Banco Central para a formalização do banco digital como subsidiária apartada da caixa estão em estágio inicial.  
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar