Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< BRASIL Ministro acusa bancos de pagar estudos para furar teto de gastos

Publicada em 29/10/2020 às 21:22
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Agência Brasil)
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou também, sem provas, que a Febraban financia estudos para “ministro gastador” enfraquecê-lo. Ele disse que a entidade é uma casa de lobby honrada, mas faz estudos que não têm relação com a atividade bancária.

Guedes não citou nenhum nome, contudo tem batido de frente com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, justamente por causa da questão do teto de gastos. O ministro da Economia quer mantê-lo de toda forma. 

O titular da pasta defendeu também uma nova CPMF como contrapartida à extinção ou redução da contribuição previdenciária das empresas de 20% sobre a folha de salários. A ideia é substituir essa contribuição pelo imposto sobre transações digitais. 

“Tem um futuro digital chegando. O Brasil é a terceira ou quarta maior economia digital do mundo e nós vamos ter que ter um imposto digital mesmo. Querem aumentar imposto? Não, nós vamos diminuir os outros. Vamos simplificar os outros”, explicou.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar