Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< SAÚDE Usuários do transporte coletivo passam por teste para Coronavírus

Publicada em 15/10/2020 às 20:59
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Agência Brasil)
O terceiro dia de testagem gratuita dos usuários do transporte coletivo, feita nesta quinta-feira (15), deu-se no Terminal São Paulo. Vários passageiros procuraram o serviço oferecido pela Prefeitura no Terminal Santo Antônio. 

Nesta sexta-feira (16), a testagem prossegue no mesmo local, das 7h30 às 12 horas e são oferecidos 300 testes por dia. Já na próxima semana, nos dias 19 e 20, será no Terminal Vitória Régia. A testagem é feita por meio da Urbes – Trânsito e Transportes, da Secretaria de Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico (Semob) e da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria da Saúde.

Para Dionísio Aparecido Machado, 55 anos, autônomo, o exame é muito importante para prevenção da pessoa que está sendo testada e para as pessoas que convivem com ela, prevenindo, assim, diversas pessoas através de um único teste. “Uma ação muito boa para população”, destacou.
“O vírus existe e assusta muitas pessoas por conta de seus efeitos colaterais, mas existem também as pessoas que precisam sair de casa para trabalhar e essa ação ajuda principalmente essas pessoas a se prevenir desta doença”, opinou Reinaldo Stevaux, 63 anos, aposentado.

Trata-se do exame que detecta anticorpos por meio de coleta sanguínea intravenosa, feito pelo laboratório da Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde (SES). Podem ser testados crianças, desde que acompanhadas dos responsáveis, e adultos de todas as idades. Para isso, os interessados devem apresentar um documento de identidade (RG, CNH ou CPF) com foto; as crianças devem possuir CPF, que precisa ser apresentado no momento da inscrição.

Já foram testados os trabalhadores do trânsito e do transporte da cidade, incluindo-se os motoristas de ônibus, funcionários da Urbes, entregadores por aplicativo e de motocicleta. O objetivo da ação é averiguar se os usuários rotineiros do transporte coletivo já tiveram a doença, inclusive aqueles que não manifestaram sintomas.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar