Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< SOROCABA Consumo de água aumenta e zonas altas estão com o abastecimento prejudicado

Publicada em 06/10/2020 às 21:22
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Agência Brasil)
Como reflexo das altas temperaturas e consequentemente do forte calor, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba está registrando novamente em seus gráficos um consumo exagerado de água por parte da população, que está apontando entre 40% e 50% além daquele considerado normal para a cidade.

Como consequência desse comportamento, a autarquia está encontrando dificuldades para fazer a distribuição nas zonas altas da cidade como um todo, devido à diminuição da pressão dinâmica provocada pelo alto consumo de água.

Atualmente, Sorocaba possui um total de 66 reservatórios distribuídos pela cidade, que juntos somam 105 milhões de litros de água. O desequilíbrio devido ao alto consumo está ocorrendo no sistema abastecido pela ETA Cerrado e não na região que passa pelo rodízio, compreendida pelo Éden/Zona Industrial, Aparecidinha e Cajuru do Sul.

Todo o processo de produção de água tratada, reservação e distribuição está sendo controlado por meio do sistema de telemetria da autarquia, que consegue operar pressões, entradas e saídas de água a distância e em tempo real, mas chega em alguns momentos em que o a pressão fica tão baixa, devido ao alto consumo, que o sistema não consegue suprir a demanda da população.

Desta forma, é fundamental que a população volte a colaborar e passe a fazer uso da água com consciência, lembrando que o que está sendo desperdiçado neste momento vai contribuir para que haja interrupção do abastecimento no instante seguinte.

A expectativa da direção e corpo técnico da autarquia é de que haja a recuperação do sistema entre a noite desta sexta-feira e a madrugada do sábado, visto que também está prevista a diminuição das temperaturas neste final de semana.

Também de acordo com os gráficos da autarquia, a produção de água tratada, neste momento, está ocorrendo em sua capacidade máxima. Para um futuro próximo, até o final deste ano, situações como a que a cidade enfrenta neste momento serão minimizadas ou eliminadas, com a entrada em operação do novo sistema produtor de água tratada, a ETA Vitória Régia, que se encontra em fase final de obras, e vai possibilitar a produção e distribuição de mais 750 litros de água por segundo para Sorocaba.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar