Sábado, 24 de Outubro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< POLÍTICA Com oficialização de candidatura do Avante, oito vão disputar a Prefeitura de Sorocaba Com oficialização de candidatura do Avante, oito vão disputar a Prefeitura de Sorocaba

Publicada em 29/09/2020 às 20:19
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Primeiro turno das eleições para o Paço ocorre no dia 15 de novembro (Foto: divulgação)
Com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) reconhecendo a candidatura do professor Flaviano Agostinho de Lima pelo partido Avante, Sorocaba terá o maior número de candidatos disputando a Prefeitura da cidade numa eleição municipal, pelo menos neste século. Serão oito os postulantes a prefeito de Sorocaba para a gestão 2021-2024 nas eleições marcadas para novembro, com o primeiro turno acontecendo no dia 15, domingo, 131º aniversário da proclamação da República, e o segundo no domingo 29.

O prazo final para o registro de candidaturas, pelo calendário eleitoral deste ano, alterado em julho por conta dos reflexos da pandemia de Covid-19, ocorreu no sábado, dia 26. Com a decisão do TRE-SP de reconhecer como válida a candidatura do professor Flaviano na sexta-feira (25), no mesmo dia o Avante providenciou – e foi homologado – o seu registro em Brasília, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O professor Flaviano Agostinho de Lima tem com companheiro de chapa, como candidato a vice-prefeito, Edson Rubens dos Santos. A atual prefeita, Jaqueline Coutinho, concorre pelo PSL (nas eleições passadas foi candidata a vice pelo PTB, na chapa majoritária do candidato do DEM, o engenheiro José Antônio Caldini Crespo, que venceu o pleito, porém ao longo do mandato acabou cassado por improbidade administrativa); Roberto Freitas (PSB) é o candidato a vice. Outra postulante a prefeita da cidade é a deputada estadual Maria Lúcia Amary, pelo PSDB, com o vereador Anselmo Neto (Podemos) como postulante a vice. Raul Marcelo concorre pelo Psol - Paulo Estausia (PT) é o companheiro de chapa; o vereador Renan Santos, tendo como vice a advogada Rosana Batista, concorre pelo PDT; o vereador Rodrigo Manga (vice, Fernando da Costa Neto/PSD), disputa pelo partido Republicanos; pelo Solidariedade, o candidato é o jornalista e radialista Carlos Péper - vice Leonildo Nicolete; e o médico e gestor Leandro Fonseca, com o vice Fernando Baddini, é o candidato do Democratas.
"TSE já disponibiliza em seu site os bens declarados dos candidatos, inclusive a vereador"

Desde domingo (27), por outro lado, está liberado pelo calendário eleitoral o período de campanha eleitoral e, em Sorocaba, os candidatos a prefeito (assim como as centenas de candidatos a uma das vinte vagas na Câmara de Vereadores), desde então, já cumprem agendas corridas no corpo-a-corpo com o eleitorado sorocabano em busca de votos. Além do corpo-a-corpo, estão liberadas pelo TSE, até 14 de novembro, a propaganda eleitoral pela Internet e jornais impressos (até 10 inserções pagas em datas diferentes por veículo de comunicação) e distribuição de panfletos e dos populares ‘santinhos’, assim como as carreatas e caminhadas, acompanhadas ou não por carros de som – respeitando-se o horário das 8 às 22 horas diariamente. A propaganda eleitoral gratuita e obrigatória nas emissoras de rádio e televisão começa a ser veiculada no dia 9 de outubro. Uma recomendação deste ano da Justiça Eleitoral aos candidatos é para que evitem ao máximo a realização de atos públicos que provoquem aglomerações, por conta das medidas de distanciamento social para evitar-se a proliferação do novo coronavírus, e ainda que busquem seguir à risca as recomendações das autoridades sanitárias, como o uso de máscaras e preferência aos locais abertos para a realização de encontros políticos. Outra recomendação – não vista como imposição, porém – é evitar-se a distribuição de material impresso, igualmente como medida de precaução à transmissão de Covid-19. DECLARAÇÃO DE BENS – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) igualmente já liberou em seu site na Internet, por outro lado ainda, ao lado do registro de cada candidato a prefeito, vice e vereador da cidade a lista de bens de cada um deles. Assim, no tocante aos candidatos a prefeito de Sorocaba (aqui pela ordem alfabética), Carlos Péper (Solidariedade) declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 560.000,00; Flaviano Agostinho de Lima (Avante), R$ R$1.195.113,14; Leandro Fonseca (DEM), R$ 3.335.711,00; Jaqueline Coutinho (PSL), R$ 214.861,00; Maria Lúcia Amary (PSDB), R$ 1.586.471,12; Raul Marcelo (Psol), R$ 785.000,00; Renan dos Santos (PDT), R$ 167.220,00; e Rodrigo Manga (Republicanos), R$ 237.602,07.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar